Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/10131
Título: Percepção de profissionais de psicologia que trabalham em CAPS ad acerca da relação entre sua atuação profissional e as regulamentações do Ministério da Saúde para atendimento a usuários de álcool e outras drogas
Autor(es): Costa, Jéssyka
Orientador: Viecili, Juliane
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2018
Palavras-chave: CAPS ad
Redução de danos
Atuação em psicologia
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Resumo: A redução de danos é compreendida como uma estratégia que visa minimizar os prejuízos decorrentes do uso abusivo de substâncias psicoativas. Todas as políticas públicas vigentes até final de 2017 eram norteadas com base na estratégia de redução de danos para o tratamento de usuários. Contudo, a Resolução 01/2018 do Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas (CONAD) orienta, não mais para a redução de danos mas, para a abstinência como política pública de tratamento ao uso de álcool e outras drogas. A fim de estabelecer a relação entre a atuação dos profissionais de psicologia nos CAPS álcool e outras drogas (CAPS ad) e as recomendações das legislações buscou-se caracterizar as estratégias de cuidado utilizadas por profissionais de psicologia que atuam em CAPS ad decorrente das regulamentações do Ministério da Saúde para o atendimento a usuários de álcool e outras drogas. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com quatro profissionais de psicologia que atuam em dois CAPS ad da Grande Florianópolis. As estratégias utilizadas pelos profissionais pautam-se principalmente na redução de danos, mas também em algumas situações na abstinência. Além disso, houveram divergências decorrente das práticas exercidas e o discursos sobre redução de danos. As principais atividades realizadas por estes profissionais são em processos grupais. Pode-se constatar ainda que, os profissionais compreendem as políticas públicas como fundamentais e que, as dificuldades da implementação para que essas políticas sejam efetivas ocorrem em função das gestões governamentais de instancias Federais, Estaduais e Municipais.
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo COSTA, Jéssyka. 2018.pdfArtigo Cientifico - Jéssyka Costa433.06 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons