Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/10314
Título: A percepção da equipe de enfermagem e familiares sobre o cuidado com pacientes terminais
Autor(es): Souza, Maria Izabel
Orientador: Lopes, Ana Maria Pereira
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2013
Palavras-chave: Cuidados paliativos na terminalidade da vida
Morte
Equipe de enfermagem
Família
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: Muito tem se refletido sobre a importância do atendimento humanizado nos hospitais, principalmente no que se refere ao cuidado aos pacientes. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo investigar a percepção da Equipe de Enfermagem e dos Familiares sobre o cuidado com pacientes em fase terminal. Para que este objetivo fosse alcançado, foram entrevistadas quatro profissionais da Equipe de Enfermagem e dois familiares de pacientes terminais. Esta pesquisa é classificada como exploratória e qualitativa, utilizando entrevistas semi-estruturadas para a coleta de dados. Buscou-se com esse tipo de entrevista obter informações, justificativas de ordem teórica e/ou pessoais. Os dados coletados foram analisados em um primeiro momento por categorias e no segundo momento, fez-se um apanhado destas categorias, analisando-as e articulando-as com o referencial teórico presente. Ao fim deste processo constatou-se que a tarefa de cuidador tanto para a Equipe de Enfermagem quanto para a Família é uma tarefa difícil, que mesmo entendendo a morte como um processo natural da vida, não é fácil falar sobre ela e vivenciar na rotina de trabalho no hospital situações de terminalidade. A rotina no hospital com o paciente em fase terminal tanto para a família quanto para a Equipe de Enfermagem fica envolta a problemas práticos como banho, monitoramento, medicamentos e conforto do paciente, sem aproximação da temática da morte. As dificuldades que surgem nesse cuidado ao paciente em fase terminal estão relacionadas principalmente ao sofrimento que esta situação de adoecimento causa a todos, pacientes e familiares, bem como, da mudança na rotina da família. Diante disso, foi possível observar que apesar das vivências e a lida com pacientes terminais causarem sofrimento, também proporcionam um aprendizado diante da vida e de um crescimento pessoal perante as dificuldades.
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC II - Artigo -Final - Maria Izabel Souza.pdfTCC Maria Izabel Souza380.49 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Termo de Cessão de Direitos Autorais- Maria Izabel Souza.pdfTermo de Cessão de Direitos Autorais- Maria Izabel Souza625.64 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.