Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/10392
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCascaes, Neide-
dc.contributor.authorPereira, Bruna Rosa-
dc.coverage.spatialTubarãopt_BR
dc.date.accessioned2018-07-05T01:31:50Z-
dc.date.accessioned2020-11-29T04:32:33Z-
dc.date.available2018-07-05T01:31:50Z-
dc.date.available2020-11-29T04:32:33Z-
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/10392-
dc.description.abstractO objetivo desta pesquisa foi investigar como é a participação da família no tratamento dos dependentes químicos atendidos no CAPS AD, de Tubarão/SC. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, realizada através de uma pesquisa de campo. Os sujeitos da pesquisa foram dez familiares de usuários (as), que estão em tratamento no CAPS AD. Foi aplicado, com os mesmos, um roteiro de entrevista semiestruturada composto por catorze perguntas. Foram investigados os seguintes aspectos: conhecer o perfil familiar do dependente químico; identificar o relacionamento da família com o integrante familiar usuário de drogas; identificar a codependência na família com o familiar usuário de drogas e investigar como a família percebe sua participação no tratamento do dependente químico. Constatou-se, no resultado da pesquisa, que na descoberta da droga do usuário, a família passa por um processo de negação com o dependente, não aceitando e criticando, isso até começarem com o tratamento no CAPS AD, onde a família também participa das reuniões familiares na instituição. Com o tratamento, começam a surgir mudanças demonstrando melhorias tanto no tratamento da família com o usuário, quanto mudanças de comportamento do usuário com os familiares, os familiares participantes apresentaram discrepância em algumas respostas relacionadas com o preconceito no meio familiar e com a utilização de álcool e outras drogas na família do usuário, relataram ter dificuldades em lidar com familiar usuário em casa, não apresentaram ter características codependente com o usuário, e relataram unanimente sobre a importância que a família tem para a melhoria no tratamento da dependência química do familiar usuário.pt_BR
dc.format.extent31 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectFamíliapt_BR
dc.subjectTratamentopt_BR
dc.subjectDependência químicapt_BR
dc.subjectCentro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD)pt_BR
dc.titleO papel da família no tratamento da dependência química de usuários atendidos no CAPS AD de Tubarão /SCpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
local.subject.areaCiências Humanaspt_BR
local.rights.policyAcesso abertopt_BR
local.author.cursoPsicologiapt_BR
local.author.unidadeUNISUL / Tubarãopt_BR
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo Científico.pdfArtigo científico - Bruna Rosa Pereira403.44 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons