Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/20272
Título: A influência das relações familiares na iniciação e na manutenção da dependência química
Autor(es): Novelli, Bruna Martins
Orientador: Romanha, Rosane
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 7-Dez-2021
Palavras-chave: Família
Dependência química
Substâncias psicoativas
Modalidade de acesso: Acesso fechado
Resumo: O presente estudo teve como objetivo geral analisar a influência das relações familiares na iniciação e/ou na manutenção da dependência química de um de seus membros. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica narrativa, de natureza qualitativa e caráter descritivo. Através da busca em artigos, livros, teses e dissertações publicados em língua portuguesa, foi possível identificar que não há um padrão na estrutura familiar específica que possa justificar a dependência química do membro usuário. Por outro lado, a família pode ser um fator de risco para a iniciação da dependência química e para a sua manutenção. A partir da análise dos dados compreende-se que os conflitos familiares, agressões por parte dos pais e o uso de substâncias psicoativas por familiares, podem ser situações significativas para o início da dependência química. Assim como a perda de alguém próximo, as agressões físicas por parte dos companheiros, a negação da dependência e a falta de apoio familiar são fatores que contribuem para que o indivíduo mantenha o uso das substâncias psicoativas.
Aparece nas coleções:Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC finalizado.docx
  Until 9999-12-31
59.68 kBMicrosoft Word XMLVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons