Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3253
Título: Antonieta de Barros: Trajetórias discursivas
Autor(es): Dranka, Renata Aparecida Paupitz
Orientador: Gallo, Solange Leda
Tipo de material: Dissertação
Data: 2003
Palavras-chave: Análise do discurso
Antonieta de Barros
Discurso jornalístico
Resumo: Esta dissertação analisa, à luz do referencial teórico da Análise do Discurso de linha Francesa, alguns escritos de Antonieta de Barros, publicados nos principais jornais de Florianópolis, em diferentes momentos históricos, compreendidos entre 1900 e 1950. Para a análise desses escritos, foi necessário conhecer outros textos que se complementam e concorrem na produção de sentidos. Neles estão presentes a historicidade constitutiva do discurso jornalístico e do político; a forma de construção da legitimidade do voto e a repercussão, nos jornais de Florianópolis, do decreto de 1932, que habilitava, de forma facultativa, as mulheres ao voto; a forma de circulação da imagem da mulher nos periódicos de Florianópolis e como Antonieta de Barros se representava e era representada neste imaginário; a ascensão política de Antonieta de Barros e sua mobilização para a valorização da mulher. Relacionando o discurso jornalístico com o interdiscurso, esta dissertação analisa as expressões “à margem” e “farrapos”, mostrando as estratégias de Antonieta de Barros para esquivar-se dos gestos interpretativos, já marcados e estabilizados, enquanto elaborava outros sentidos, à partir de seu lugar, para legitimar o seu dizer
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Declaração_Renata_Dankra.pdf693.33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Renata_Dankra.pdf1.08 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.