Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/7745
Título: Apropriação cultural da marca italiana Moschino em referência à comunidade queer
Autor(es): Canhola, Arthur Hoppen
Orientador: Pereira, Roberto Forlin
Tipo de material: Monografia
Data: 2019
Palavras-chave: Apropriação
Moschino
Queer
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Resumo: O Trabalho de Conclusão de Curso tem como foco principal analisar visualmente a apropriação da cultura queer dentro de diferentes desfiles de moda de uma das maiores grifes dos últimos tempos, a Moschino. Durante o processo do trabalho, história da moda, história da comunidade queer, explicações de gênero e identidade, contextualização da marca escolhida e a análise de imagens serão constantes abordadas no decorrer do TCC. Abordando a moda como uma ferramenta social, abraçando uma comunidade reprimida e excluída da sociedade que, conforme o passar dos anos, ganha mais força e representatividade no mundo, mostrando a infinidade criativa presente no grupo, mostrando infinitas possibilidades de criações, ideias etc. Que com o “poder” da influência de uma empresa como a Moschino, que está no ramo desde 1984 e tem seu espaço conquistado e consolidado, alavanca e da representatividade à esse grupo social acuado trazendo-o para os holofotes do mundo modista e do mundo. Pesquisas sobre cultura e identidade, cultura híbrida, cultura pop, contra cultura, também sobre Semiótica (pois quando chegarmos ao ponto de realização das análises de imagens, utilizaremos a Semiótica como a nossa ferramenta), serão realizados e então utilizados como a base para o início dos estudos.
Aparece nas coleções:Design de Moda

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Arthur.pdfTrabalho de conclusão de curso - Arthur Canhola Hoppen9.28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons