Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/8921
Título: Prevalência de lesões em atletas jovens de futebol em um clube profissional de Santa Catarina no ano de 2019
Autor(es): Teixeira, Nicolle Barcelos
Orientador: Belmonte, Luiz Augusto Oliveira
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2020
Palavras-chave: Futebol
Adolescentes
Lesões esportivas
Esporte para jovens
Modalidade de acesso: Acesso embargado
Resumo: Objective: To verify the prevalence of injuries and their characteristics during the year of birth of athletes between 1999 and 2005 from a professional club in Santa Catarina. Method: 70 medical records filed at the Medical Department of Figueirense Futebol Clube of young athletes in 2019 were analyzed. The data were analyzed using descriptive statistics. Results: records of 151 musculoskeletal injuries were found, totaling an average of 2,15 injuries per athlete. It was found that the highest prevalence of injuries occurred in training 107 (70,8%) and 44 (29,2%) in games. Most injuries are related to contusion (41.7%). The position that had the highest prevalence of injury was forwards and midfielders were the most affected with 39 (25.8%) and 32 (21,2%) respectively. Regarding the severity of the injury, there were 90 mild injuries (59.6%), 31 moderate injuries (20.5%) and 20 severe injuries (13.3%), with the infant category having a higher prevalence of mild and severe injuries, while the juvenile suffered more moderate injuries. Conclusion: The athletes from the base of the FFC had a number of significant injuries, the athletes in the child category were the ones who were most injured. During training, it was the moment when young athletes obtained a higher prevalence of injuries, resulting in the incidence of contusion in the lower limbs, mainly in the thigh and ankle, respectively. Forward and midfielders had the most injuries. The most injuries of athletes were milds. It is suggested the structuring and standardization of the medical and physiotherapeutic structure of the formation categories of Brazilian clubs, to prevent early and disabling injuries for the professional practice of football.
Objetivo: Verificar a prevalência de lesões e suas respectivas características durante o ano de 2019 de atletas nascidos entre 1999 e 2005 de um clube profissional de Santa Catarina. Método: Foram analisados 70 prontuários arquivados no Departamento médico do Figueirense Futebol Clube (FFC) das categorias de base no ano de 2019. Os dados foram analisados através de estatística descritiva. Resultados: foram encontrados registros de 151 lesões musculoesqueléticas, totalizando a média de 2,15 lesões por atletas. Verificou-se que a maior prevalência de lesões ocorreu nos treinamentos 107 (70,8%) e 44 (29,2%) nos jogos. A maioria das lesões está relacionada à contusão, correspondendo à 63 delas (41,7%). A posição que apresentou maior prevalência de lesão foram os atacantes e meio-campistas com 39 (25,8%) e 32 (21,2%) respectivamente. Em relação à gravidade de lesão, foi registrado 90 lesões leves (59,6%), 31 moderadas (20,5%) e 20 graves (13,3%), sendo que a categoria infantil teve maior prevalência das lesões leves e graves, enquanto a juvenil sofreu mais lesões moderadas. Conclusão: Os atletas da base do FFC obtiveram um número de lesões expressivas, os atletas da categoria infantil foram os que mais se lesionaram. Durante os treinamentos foi o momento em que os jovens atletas obtiveram uma maior prevalência de lesões, resultou em incidência de contusões, em membros inferiores, principalmente em coxa e tornozelo, respectivamente. Atacantes e meio-campistas tiveram o maior número de lesões. A maioria das lesões dos atletas foram leves. Sugere-se a estruturação e a padronização da estrutura médica e fisioterapêutica das categorias de formação dos clubes brasileiros, para prevenirmos lesões precoces e incapacitantes para a prática profissional do futebol.
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nicolle Barceloss - Riuni.pdf
  Until 2022-08-20
Artigo_Cientifico.NicolleBarcelosTeixeira582.26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons