Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/9151
Título: Racismo à brasileira: o assassinato de pessoas negras pelo estado
Autor(es): Constante Matos, Bruno
Orientador: Cardoso, Darlete
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2019
Palavras-chave: Discriminação racial
Racismo de estado
Jornalismo
Tipo de acesso: Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
Resumo: O presente artigo busca averiguar se o processo discursivo da mídia leva à noção de práticas de racismo pelo Estado brasileiro, na perspectiva do pensamento de Michel Foucault. Para esse estudo, a metodologia utilizada é qualitativa descritiva, com análise discursiva, sob enfoque do racismo de Estado, de Foucault. A técnica de pesquisa é o estudo dos casos de Pedro Gonzaga, Kauan Peixoto e Evaldo dos Santos, noticiados pelos jornais El País Brasil e Folha de São Paulo. Todos esses casos ocorreram no Rio de Janeiro – o estado que está no topo do ranking brasileiro de mortes por policiais, segundo estatísticas de 2019. Esse estudo se faz necessário para compreender o discurso da imprensa ao noticiar casos de assassinatos provocados pelo Estado. Nesse sentido, é possível observar que a escravidão deixou profundas marcas na sociedade, principalmente, o racismo estrutural e, posteriormente, a discriminação racial. É possível constatar que, pelos casos analisados, essas marcas estão também arraigadas entre agentes públicos, que deveriam oferecer segurança sem discriminação.
Aparece nas coleções:Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Bruno - Artigo - Racismo à brasileira.pdf696.67 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons