Aiquimofobia em Profissional de Enfermagem

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2022-12-14

Tipo de documento

Artigo Científico

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Área do conhecimento

Ciências da Saúde

Modalidade de acesso

Acesso fechado

Editora

Autores

Santos, Fabiele Borile dos

Orientador

Mauhs, Jean

Coorientador

Resumo

A presente pesquisa tem o objetivo de relatar a trajetória de formação de uma graduanda de Enfermagem que possui Aiquimofobia. Método: Foi realizado um memorial de formação para o registro e reflexão da fobia por agulhas em uma graduanda de Enfermagem e o quanto isso impactou em sua formação. Resultados e Discussão: ao longo do relato das experiências relacionadas a ansiedade do procedimento de punção tanto como paciente quanto como profissional, é possível observar a ampliação do olhar empático e uma superação através de estratégias de enfrentamento da angústia e a oportunidade de experiências exitosas em relação a punções. Considerações finais: Por estar associada a inúmeras complicações físicas e psicológicas, a punção venosa em pacientes com fobia de agulha torna-se um procedimento complexo, devendo ser realizada por enfermeiros treinados, de forma a garantir que esta intervenção seja concretizada com segurança, competência e o mínimo de traumas. Para atuar na área da saúde é necessário ter empatia genuína; principalmente lidando diretamente com paciente.

Palavras-chave

Memorial de Formação, Aiquimofobia, Enfermagem

Citação

Coleções