Plano de ações emergenciais de barragens de armazenamento de água: um estudo da barragem de Ceraíma em Guanambi-BA

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2022
Tipo de documento
Artigo Científico
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Área do conhecimento
Engenharias
Modalidade de acesso
Acesso fechado
Editora
Autores
Leal, Luiza Carolina Moraes
Orientador
Magalhães, Luisa
Coorientador
Leal, Thomas Marques de castro
Resumo
O plano de ações emergenciais (PAE), visa a identificação, estruturação e execução periódicas de medidas de amenização dos impactos ambientais, sociais e econômicos em situações desastrosas, com equipamentos, orientações e treinamentos da população e dos colaboradores, contendo material de fácil compreensão, além da elaboração de relatórios de inspeção aos órgãos fiscalizadores competentes, estando a barragem ativa ou não. Sendo assim, os objetivos deste estudo é, avaliar o Plano de Ações de Emergenciais da barragem de Ceraíma no município de Guanambi, Bahia, a fim de identificar as condições em que se encontram o açude (barragem com finalidade de abastecimento humano e irrigação), e a metodologia utilizada este estudo consiste em duas etapas: avaliar o estado da arte do plano de ações de emergências e buscou-se pelo plano da área de estudo nos bancos de dados governamentais. Para o estado da arte do concluiu-se que, o PAE ainda não foi devidamente analisado, instrumentado, e estruturado de maneira completa para as barragens, e tendo vista isso é preciso construir um sistema inteligente, que possa unir os dados, e avaliar a documentação, e que contenha fácil acesso não só para os órgãos nacionais, estaduais e municipais e empreendedores, mais também para população, utilizando quem sabe até recursos digitais que possam trazer informações para as áreas de vulnerabilidade periodicamente e assim acompanhar as atividades das empresas, e em relação ao PAE de Ceraíma, não se encontrou o documento nem nenhum nos sites dos órgãos ou prefeitura. Conclui-se que, em relação a barragem de Ceraíma o cenário atual é preocupante, não existe um plano de ações, que se caso houver não tem acesso público, o que teria como orientar a população. Existe moradores fixos a jusante da barragem que claramente estão em perigo, sem treinamento, a chances de muitas perdas e grande. Para agravar a situação, ainda existe o cenário do projeto das novas barragens que com certeza piora bastante situação, O plano de ações precisa seriamente estrutura, aperfeiçoado e disponibilizada para todos. A pesquisa apontam uma falta de modelagem unificada que facilite sua implementação e inspeção pelos empreendedores, que tem papel fundamental no só em cumprir com suas obrigações, mas também buscar de por melhorias constantemente.

Palavras-chave
Plano de ações emergenciais, Barragem de Ceraíma, Revisão sistemática
Citação