O Repositório Universitário da Ânima visa a gestão da produção intelectual das IES da Anima, a sua preservação, bem como maximizar a visibilidade, o uso, e o impacto de suas produções intelectuais.

Submissões Recentes

Monografia Acesso aberto
Centro de Atendimento Multiprofissional à Pessoa com Deficiência (CAMPD): A Industrialização como Modelo Construtivo
(2023-12) ZAVITOSKI, Thomas Ramos Prado
Na cidade de Guarulhos, os centros de assistência às pessoas com deficiência são escassos. As unidades existentes se concentram na região central, enquanto os bairros periféricos e mais populosos ficam desamparados. Em 2017, a Prefeitura criou o CAMPD – Centro de Atendimento Multiprofissional à Pessoa com Deficiência, que tem como objetivo amparar e assistir as pessoas com deficiência única e múltiplas, com tratamentos e atividades personalizadas e interdisciplinares. A instituição atende apenas os habitantes guarulhenses, entretanto se localiza no centro da cidade e não possui um espaço adequado para as consultas e atendimentos. O presente trabalho elabora um projeto arquitetônico para uma nova unidade do CAMPD, na periferia da cidade de Guarulhos, instalada entre os bairros Pimentas, Bonsucesso e Água Chata, que possuem um déficit nessa área da saúde. Associado a esse programa, é apresentado um sistema construtivo industrializado capaz de facilitar a elaboração do projeto, a execução da obra e a manutenção do edifício. A utilização de elementos industrializados e pré-fabricados, possibilita que a construção não gere entulhos, seja mais eficiente, rápida e racionalizada, e que adquira uma certa flexibilidade, extensibilidade e adaptabilidade ao ambiente onde ela está inserida, e assim podendo servir de modelo para a elaboração de mais unidades.
Dissertação Acesso aberto
Tratamento de manchas senis no dorso das mãos de mulheres adultas e idosas e os efeitos na autoestima e qualidade de vida.
(2024-03) FERREIRA, Karem Leonora Portela, Karem Leonora Portela Ferreira; BASTOS, Marta Ferreira, Marta Ferreira Bastos; MICILLO, Glaucia Pegorari, Glaucia Pegorari Micillo; MONTIEL, Jose Maria, Jose Maria Montiel
O aumento da expectativa de vida, a população idosa vem crescendo e consequentemente é cada vez maior a busca por um envelhecimento saudável. Com isso a estética tem sido procurada com a finalidade de corrigir ou melhorar problemas cutâneos, além de conservar e realçar a beleza, por meios de determinados tratamentos. O envelhecimento pode gerar: linhas de expressão, flacidez, rugas e manchas, o que pode promover a queda da autoestima e ao isolamento social, o que pode comprometer a qualidade de vida. As manchas senis são originadas a partir do acúmulo de lipofucsina próximo à superfície da pele, provocadas pela exposição solar ao longo dos anos, q que podem aumentar em número e dimensão com o envelhecimento. O presente estudo tem o objetivo de avaliar a quantidade das manchas senis presentes no dorso das mãos antes e após os tratamentos com o Peeling Químico (PQ) e de Diamante (PD) associados a loção despigmentante e comparar o nível de autoestima e qualidade de vida antes e após a intervenção estética. Trata-se de um estudo é experimental quantitativo, longitudinal e Split-body no qual foram incluídas 19 mulheres cisgênero com idade entre 50 e 79 anos. O protocolo de clareamento das manchas utilizou PQ ou de Diamante associado a loção despigmentante durante 10 semanas. A autoestima e a qualidade de vida antes e após intervenção estética foram avaliadas por meio da aplicação da escala de Rosenberg e do Whoqol-bref, respectivamente. Os resultados foram analisados pelo teste t de Student, Qui-quadrado e Two-way ANOVA com auxílio do software GraphPad Prism® e as diferenças foram consideradas significativas quando p<0,05. Também foi utilizado o teste de Effect size para comparação dos escores de autoestima e qualidade de vida para os diferentes períodos e grupos experimentais. Os resultados mostraram uma redução no número de manchas senis em todas as participantes independente do protocolo. Não foi observado impacto das intervenções estéticas sobre a autoestima das participantes, no entanto, quando as participantes foram categorizadas de acordo com a idade, foi possível notar menores escores de autoestima nas mulheres de 50 a 65 anos quando comparadas com as do grupo acima de 65 anos, tanto no período inicial quanto após a intervenção estética Em relação a qualidade de vida, não foram detectadas diferenças significativas para os domínios físico e ambiental, porém, foi observada uma tendência a um maiores escores de qualidade de vida para os domínios: psicológico e das relações sociais após as intervenções. No entanto, houve uma tendência a um maior escore de qualidade de vida para os domínios: psicológico e das relações sociais. A categorização das participantes de acordo com a faixa etária, mostrou ausência de diferenças entre os grupos para todos os domínios do Whoqol-bref tanto para o período anterior quanto posterior as intervenções para clareamento das manchas. Em conjunto, esses achados mostraram uma redução de manchas com os diferentes protocolos de intervenções estéticas utilizados, que impactaram de forma diferente autoestima das participantes de acordo com a faixa etária em que se encontravam. Além disso, também foi observada uma tendencia a melhora da qualidade de vida para os domínios psicológicos e das relações sociais.
Dissertação Acesso aberto
As dinâmicas do risco em comunidades urbanas ribeirinhas: o caso do Torresmo, São Paulo/ SP
(2024-02) SILVA, Bruna Almeida
Esta pesquisa aborda as dinâmicas locais da comunidade do Torresmo localizada em uma área de risco no perímetro de uma área de proteção permanente do Ribeirão do Lageado, região administrativa da Subprefeitura do Itaim Paulista, zona leste da cidade de São Paulo. Para a compreensão dessas dinâmicas, realizamos uma revisão bibliográfica sobre o risco e analisamos dois fatores interativos na produção do risco na área de estudo, a comunidade do Torresmo: as relações socioespaciais e as soluções implementadas pela gestão pública. Adotamos uma abordagem mista para esta pesquisa. Na abordagem qualitativa, aplicamos a metodologia de estudo de caso, incluindo revisão bibliográfica sobre as dimensões do risco, entrevistas abertas para compreender a percepção socioespacial dos moradores e visitas a campo para observar as dinâmicas socioespaciais. Na abordagem quantitativa, realizamos o levantamento e a análise dos processos da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (SIURB) de obras emergenciais relacionados ao córrego Lageado entre os anos de 2020 e 2022. O objetivo da pesquisa é compreender como a interação entre a rede de atores locais e os fatores ambientais e sociais presentes na comunidade diminuem ou aumentam o risco existente ali. Um aspecto que deve ser considerado é o controle social sobre a produção da cidade. Os mecanismos de gestão democrática da cidade ficam restritos ao debate sobre a regulação urbana e o Plano Diretor e, raramente, se aplicam às obras de infraestrutura que tanto afetam a vida das comunidades de baixa renda, seja pela falta de obras, ou pelo modo como são executadas, sem consulta e participação da população que será afetada ou contemplada. Na comunidade do Torresmo, as enchentes e a erosão das margens do córrego são identificadas como os principais riscos, resultando em perdas recorrentes para os residentes, mas há também a atuação de uma rede política, econômica e social contribuinte no risco. Esta pesquisa pretende-se expor as dinâmicas locais com um olhar mais carinhoso sobre a história dos moradores da comunidade do Torresmo.
Dissertação Acesso aberto
CAPITAL INTELECTUAL E CAPACIDADE DE INOVAÇÃO: UMA ANÁLISE NA POLÍCIA PENAL DE SANTA CATARINA
(2024-05) SIMONIN,, Juliana Cancelier
À medida que as organizações, independentemente de serem públicas ou privadas, evoluem, torna-se essencial a incorporação de conhecimento para enriquecer sua base de capital humano. Nesse contexto, a gestão do capital intelectual desempenha um papel crucial ao interagir com a capacidade de inovação visando monitorar a vantagem competitiva no ambiente contemporâneo que está inserido. O proposito deste estudo foi o de compreender por meio de uma análise da intersecção entre o capital intelectual, e a relação dos constructos, capital humano, estrutural e o relacional com a capacidade de inovação organizacional da Polícia Penal de Santa Catarina pela percepção das policiais penais. Para alcançar esse objetivo, foi utilizado a abordagem de pesquisa quantitativa, como estratégia de coleta de dados a estratégia para coleta de dados, o levantamento (survey) foi adequado ao objetivo do estudo. Como técnica de coleta de dados, a aplicação de um questionário auto administrado com 32 questões objetivas e estruturadas a partir da escala Likert com cinco variáveis, aplicado aos policiais penais da instituição, resultando em uma amostra de 220 participantes. No processo de análise dos dados, foi empregado a modelagem de equações estruturais para investigar as hipóteses da pesquisa, sendo validadas pela avaliação do modelo de mensuração estrutural. A análise quantitativa final abordou 26 variáveis, agrupadas nos construtos delineados na pesquisa. Os resultados apontaram há uma relação positiva entre o capital humano e a capacidade de inovação de processos e organizacional. Demostrou relação positiva entre o capital relacional e a capacidade de inovação de processos e organizacional, relação positiva entre o capital estrutural e a capacidade de inovação de processos e organizacional e respondeu à questão norteadora do estudo suportando positivamente que o capital intelectual impulsiona a capacidade de inovação do departamento de Polícia Penal. Conclui-se que que os investimentos em capital humano, estrutural e relacional, como elementos fundamentais do capital intelectual, são importantes para aumentar a eficiência e a capacidade de inovação na organização. Portanto, a investigação pode auxiliar os gestores do departamento de polícia penal de SC na definição de políticas e estratégias voltadas a melhorias na dimensão do capital intelectual e sua capacidade de inovação, uma vez que identifica recursos e capacidades que contribuem com a geração de inovações neste contexto, bem como a intensidade desta contribuição.
Artigo Científico Acesso aberto
Relevância do Acompanhamento Psicológico em alunos do Ensino Básico com TDAH durante o Período Pandêmico (Covid 19)
(2023-12) SILVA, Carlos Antonio Carlos; DUARTE, Maíra Teixeira
A pandemia do Coronavírus levou a Organização Mundial da Saúde decretar Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional em 2020. Diante desse contexto, as escolas passaram a ter necessidades de se readequar para atender os estudantes e buscar medidas que favorecessem a redução dos danos quanto aos déficits no ensino aprendizagem. As dificuldades em acompanhar as aulas remotas foram observadas por grande parte dos estudantes, em especial, alunos que apresentavam algum tipo de transtorno do neurodesenvolvimento. Diante disso, a presente pesquisa buscou compreender as consequências do processo de ensino aprendizagem do aluno do ensino básico com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). A investigação se concentrou apenas nos estudos realizados com sujeitos que vivenciaram o ensino remoto durante o período pandêmico do Covid 19. Para tanto, esse estudo, que se tratou de uma revisão bibliográfica de literatura, teve por objetivo reunir o que já foi publicado na literatura científica brasileira, entre os anos de 2020 e 2023, tomando como base: Capes, Google Acadêmico e Scielo. Após análise na íntegra dos 429 estudos, foram mantidos um total de seis estudos, os quais compuseram essa pesquisa. Os resultados indicaram que os alunos com TDAH tiveram maior defasagem na aprendizagem, apresentaram desajustes emocionais (depressão e ansiedade), relataram menor apoio dos professores no modelo remoto – exigindo deles maior esforço para acompanhar os conteúdos de aula, falta de ferramentas adequadas para trabalhar de forma remota com os alunos com tal diagnóstico e necessidade de apoio multidisciplinar, visando redução dos danos causados nesse modelo de ensino. As pesquisas não apontaram a relevância do papel do psicólogo diante dessa situação específica, tornando necessário que futuras pesquisas investiguem como esse profissional pode auxiliar no acompanhamento psicológico de pessoas com TDAH que tiveram defasagem significativa e desajustes emocionais em detrimento ao ensino remoto durante o isolamento social.