Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/12508
Título: LEVANTAMENTO BIBLIOMÉTRICO METODOLÓGICO DE ARQUEOFAUNA NO LITORAL CATARINENSE: UM RECORTE DOS ÚLTIMOS 10 ANOS
Autor(es): FARIAS, RAFAEL DE
Orientador: GUIMARÃES, GEOVAN MARTINS
Tipo de material: Monografia
Data: 2019
Palavras-chave: Arqueologia. Levantamento bibliométrico. Sambaqui. Zooarqueologia.
Tipo de acesso: Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Resumo: Archeology, in southern Brazil, is much more represented by sambaquieiros and ceramists, both belonging to the Tupi-Guarani tradition, who used to build sambaquis, often monumental, or had the tradition of making ceramics. Zooarcheology follows a line of study simultaneous to archeology, as it studies the fauna fragments associated with archaeological sites, raising hypotheses to corroborate studies already developed or under development. In the archaeological sites of the southern coast of Santa Catarina State, the presence of zooarchaeological material is always quite representative, often accounting for 80% of the package that makes up the archaeological layers. The study of this type of material has a very enriching informative potential, since it is possible to understand the relationship of human populations that occupied the region's coast in pre-colonial times and how they related to the environment and its resources. This research aimed to analyze the scientific production of archaeological research, involving the study of zooarchaeological collections of the coast of Santa Catarina State to verify the methodologies of collection and analysis. Regarding the methodology, it is a descriptive research with qualitative and quantitative approach. A bibliometric survey was carried out about zooarchaeological studies carried out in archaeological sites of Santa Catarina coast, mainly sambaqui. Through this survey, we sought to describe the main methods used in research in zooarcheology conducted in the state. A survey was carried out in key journals of universities with archeology programs and in BDTD and Scielo for keywords such as Archeology, Santa Catarina, Zooarcheology. All results were filtered by title and by date, only those that fit were tabulated. With a total of 18 articles, 10 of these fit the theme of this research, as there were sufficient methodologies focused on zooarcheology. As the reading and analysis of the articles occurred, it could be seen that there is no standard methodological approach being used in Brazil. Many of the studies are related to a methodological adaptation of articles by Figuti (1999), other authors are cited more frequently as Rosa (2008) and Klokler (2012). As stated in the study, there is no methodological standard for Zooarchaeological research.
A arqueologia, no sul do Brasil, mostra-se muito mais representada por povos sambaquieiros e ceramistas, ambos pertencentes à tradição Tupi-guarani, que tinham como costume a construção de sambaquis, muitas vezes monumentais, ou tinham a tradição de confeccionar cerâmicas. A zooarqueologia segue uma linha de estudo simultâneo à arqueologia, pois estuda os fragmentos de fauna associados aos sítios arqueológicos, levantando hipóteses para corroborar os estudos já desenvolvidos ou que estão em desenvolvimento. Nos sítios arqueológicos do litoral sul do Estado de Santa Catarina, a presença de material zooarqueológico é sempre bastante representativa, muitas vezes correspondendo a 80% do pacote que compõe as camadas arqueológicas. O estudo deste tipo de material tem um potencial informativo bastante enriquecedor, pois é possível compreender a relação das populações humanas que ocuparam o litoral da região em tempos pré-coloniais e de que maneira elas se relacionavam com o meio ambiente e seus recursos. Esta pesquisa teve como objetivo analisar a produção científica de pesquisas arqueológicas, envolvendo o estudo de acervos zooarqueológicos do litoral do Estado de Santa Catarina a fim de verificar as metodologias de coleta e análise. Em relação à metodologia, trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva com abordagem qualiquantitativa. Foi realizado um levantamento bibliométrico acerca de estudos zooarqueológicos realizados em sítios arqueológicos do litoral de Santa Catarina, principalmente sambaqui. Através deste levantamento, buscou-se descrever os principais métodos utilizados nas pesquisas em zooarqueologia realizadas no Estado. Foi feito um levantamento, nos principais periódicos de universidades com programas de arqueologia e no BDTD e Scielo, de palavras chave, como por exemplo, Arqueologia, Santa Catarina, Zooarqueologia. Todos os resultados foram filtrados pelo título e por data, apenas os que se encaixavam foram tabelados. Com um total de 18 artigos, 10 destes se encaixaram na temática desta pesquisa, pois havia metodologias suficientes voltadas à zooarqueologia. Conforme foi ocorrendo a leitura e análise dos artigos, pôde-se perceber que não há uma abordagem metodológica padrão, sendo utilizada no Brasil. Muitos dos estudos estão relacionados com uma adaptação metodológica de artigos de Figuti (1999), outros autores são citados com maior frequência como Rosa (2008) e Klokler (2012). Conforme exposto no estudo desenvolvido, não há um padrão metodológico para pesquisas Zooarqueológicas.
Aparece nas coleções:Ciências Biológicas- Bacharelado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC_RAFAEL_DE_FARIASS.docx
  Until 9999-12-31
TCC RAFAEL DE FARIAS2.17 MBMicrosoft Word XMLVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons