Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/12736
Título: Relato comparativo das técnicas de ostectomia de cabeça e colo femoral e sutura íliofemoral em cães com luxação coxofemoral
Autor(es): Carvalho, Daniela Machado Alexandre
Orientador: Oliveira, Débora Maria Marques Callado
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2017
Palavras-chave: Ortopedia
Articulação
Cirurgia
Modalidade de acesso: Acesso fechado
Resumo: Musculoskeletal changes in domestic animals are increasingly frequent in clinical surgery care. Traumatic hip dislocations require early and effective treatment to avoid pain and limb functional incapacitation. Closed (non-surgical) treatment is ineffective in the long term, presenting high relapse rates. The technique of ostectomy of the head and femoral neck has been used for a long time in traumatic displacement of the femoral head, but the iliofemoral suture has presented favorable results and superior to the technique of ostectomy, becoming a technique less invasive and quick recovery post Operative. The objective was to evaluate the postoperative response by measuring the claudication score and muscular atrophy of the buttocks and quadriceps at preoperative and postoperative moments. Two dogs with traumatic craniodorsal coxofemoral luxation were studied, of these, one were submitted to iliofemoral suture technique and one to ostectomy of the femoral head and neck, due to the presence of acetabular deviation in the affected joint, making joint repositioning impossible. The patient submitted to the technique of ostectomy of the head and femoral neck had a high claudication score associated with postoperative muscular atrophy. The iliofemoral suture obtained an expected result, with low claudication score and absence of muscle atrophy in the postoperative evaluation
As alterações musculoesqueléticas em animais domésticos estão cada vez mais frequentes nos atendimentos clínicos cirúrgicos. As luxações coxofemorais traumáticas necessitam de tratamento precoce e eficaz evitando dor e incapacitação funcional do membro. O tratamento fechado (não-cirúrgico) é ineficaz a longo prazo, apresentando altos índices de recidiva. A técnica de ostectomia de cabeça e colo femoral foi utilizada durante muito tempo em deslocamento traumático da cabeça do fêmur, porém, a sutura íliofemoral vem apresentado resultados favoráveis e superiores à técnica de ostectomia, tornando-se uma técnica menos invasiva e de rápida recuperação pós-operatória. O objetivo foi avaliar a resposta pós-operatória através da mensuração do escore de claudicação e atrofia muscular dos glúteos e quadríceps em momentos pré-operatório e pós-operatório. Foram estudados dois cães com luxação coxofemoral traumática craniodorsal, um foi submetido técnica de sutura íliofemoral e um à ostectomia de cabeça e colo femoral, devido à presença de arrasamento acetabular na articulação afetada, impossibilitando o reposicionamento articular. O paciente submetido à técnica de ostectomia de cabeça e colo femoral apresentou escore de claudicação elevado associado à atrofia muscular pós-operatória. A sutura íliofemoral obteve resultado esperado, com baixo escore de claudicação e ausência de atrofia muscular na avaliação pós-operatória.
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCII.pdf
  Until 9999-12-31
PDF DANIELA MACHADO ALEXANDRE DE CARVALHO857.13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons