Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/12991
Título: O PACTO FEDERATIVO BRASILEIRO ATUAL E SEUS PROBLEMAS POLÍTICO-PARTIDÁRIOS: o fomento da corrupção e da ineficiência na alocação dos recursos públicos no presidencialismo de coalizão
Autor(es): Vieira, Alexandre Barbosa
Orientador: Niehuns, Sidenir
Tipo de material: Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação e especialização
Data: Abr-2021
Palavras-chave: Pacto Federativo
Federalismo
Corrupção
Presidencialismo de coalizão
Tipo de acesso: Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil
Resumo: A evolução do pacto federativo brasileiro conduz ao federalismo orgânico atual com quatro entes federados: União, Estados-membros, Distrito Federal e Municípios. O problema abordado neste artigo são os conflitos entre estes entes federados decorrentes do presidencialismo de coalizão que fomenta corrupção e ineficiência na gestão dos recursos públicos; e o objetivo geral é analisar o atual federalismo brasileiro, destacando e qualificando em sua estrutura as competências, os encargos públicos e a execução das políticas públicas dos entes federados, conforme os conceitos de economia e sociologia política, apontado se há relação de causa e efeito entre o presidencialismo de coalização e o fomento da corrupção e da ineficiência alocativa de recursos. Já os objetivos específicos visam demonstrar que a atual estrutura do pacto federativo brasileiro gera problemas socioeconômicos pela concentração de competências e de recursos financeiros na União e de encargos públicos nos estados-membros e municípios; e político-partidários pelo fomento da corrupção e da ineficiência na execução das políticas públicas. A pesquisa é aplicada, qualitativa, exploratória, descritiva e bibliográfica, em que foram coletados materiais bibliográficos e congêneres, abordando o atual federalismo socioeconômico e político brasileiro, cujos critérios para escolha foram à contemporaneidade, a diversidade de autores e a abordagem dos problemas socioeconômicos e político-partidários brasileiros em que se conclui que estes fomentam a corrupção e a ineficiência na gestão da coisa pública.
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ESP_GP_TCC_Artigo-4ª versão_final_pós_defesa_06-04-2021_24p.pdf264.66 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons