Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14011
Título: Intervenções fisioterapêuticas no tratamento da diástase abdominal em puérperas: uma revisão integrativa
Autor(es): Oliveira, Kellem de Jesus
Orientador: Carvalho, Fabio Luiz Oliveira de
Tipo de material: Monografia
Data: 6-Jul-2021
Palavras-chave: DMRA
Fisioterapia
Cinesioterapia
Abdômen
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: A gravidez é um período em que ocorre diversas modificações no corpo da mulher, especialmente no que se diz respeito ao sistema endócrino, muscular, esquelético, urinário e digestivo. Por conta de alterações hormonais, combinadas com o crescimento uterino, pode-se afirmar que existe possibilidade de desencadear na diástase abdominal, principalmente em puérperas. Essa patologia se apresenta como sendo uma separação na linha média dos músculos retos abdominais opostos. Entende-se que a fisioterapia possa auxiliar no tratamento e prevenção dessa disfunção, contudo, é escassa na literatura a abordagem dos métodos de tratamento. Em vista disso, o presente estudo tem por objetivo geral tratar das intervenções fisioterapêuticas aplicadas ao tratamento da diástase abdominal em puérperas, bem como têm-se como objetivos específicos: expor o tratamento mais recomendado pelos autores e os porquês; tratar de técnicas que introduzam maior qualidade de vida e efetividade quanto à saúde da paciente; expor cuidados e recomendações tratadas pelos autores. O estudo foi realizado através de uma Revisão Bibliográfica por meio do uso das determinadas palavras-chave: “Diástase abdominal”; “Puérperas”; “Tratamento Fisioterapêutico”; “DMRA em Puérperas” e aplicadas nas bases de pesquisa Google Acadêmico, SciELO (Scientific Eletronic Library) e LILACS Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde). Quando aplicados os critérios de inclusão e exclusão nos artigos coletados das bases de pesquisa, totalizaram 7 artigos para leitura final e análise de estudos. Foi constatado que o tratamento mais recomendado para o tratamento da diástase abdominal em puérperas foi o da cinesioterapia, seguido na eletroterapia e posteriormente do método pilates, ademais, apresentou-se uma técnica pouco utilizada para o tratamento, a ginástica hipopressiva, com dados de eficiência significativos. Entende-se, portanto, que a fisioterapia tem papel essencial na saúde da mulher, evitando a ocorrência de complicações e tratando estas, como apresentado com a diástase.
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Kellem de Jesus Oliveira - Monografia - UniAGES-.pdf1.06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons