Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14036
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPaula, Virgilio Queiroz de-
dc.contributor.authorNascimento, Rafael Vinicius Silva-
dc.contributor.authorPereira, Gustavo Henrique Souza da Silva-
dc.coverage.spatialBetimpt_BR
dc.date.accessioned2021-07-07T11:47:33Z-
dc.date.available2021-07-07T11:47:33Z-
dc.date.issued2021-06-29-
dc.identifier.urihttps://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14036-
dc.description.abstractO presente estudo fez uma análise acerca do fenômeno jurídico entendido como ativismo judicial, bem como seu papel para a democracia do Brasil. A metodologia se deu por meio de estudo histórico, jurisprudencial e puramente acadêmico extraído de diversos autores devidamente citados no decorrer do estudo. Realizamos uma análise acerca da teoria tripartite fundada por Charles Montesquieu, no qual o conceito de pesos e contra-pesos ganha relevância no cenário mundial, dessa forma, buscamos o entendimento acerca de como a teoria foi inaugurada, e sobre como ela atua no Brasil. Uma postura ativista do judiciário pode trazer certo desequilíbrio para as funções primordiais dos poderes, visto que foram elaboradas inicialmente para agirem somente onde foram determinadas pela constituição. Um comparativo foi feito acerca dos pontos positivos e negativos de tal fenômeno jurídico, buscando responder o atual questionamento que é palco para discussão: A proatividade do judiciário trás riscos para a democracia brasileira? No desenvolver do estudo procuramos demonstrar que o surgimento e área de atuação do ativismo judicial estão intimamente conciliados com a judicialização da política, que nada mais é que o aumento do impacto, e do número de demandas de decisões judiciais em causas políticas e sociais, assim, o ativismo judicial pode ser entendido como inerente a sociedade atual, portanto, necessário.pt
dc.format.extent17 f.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.rightsAtribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectDireito constitucionalpt_BR
dc.subjectAtivismo judicialpt_BR
dc.subjectJudicialização da políticapt_BR
dc.subjectPoder judiciáriopt_BR
dc.subjectTripartição dos poderespt_BR
dc.subjectProatividade do judiciáriopt_BR
dc.titleAtivismo judicial em consonância com a sociedade brasileirapt_BR
dc.title.alternativeJudicial activism in accordance with brazilian societypt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
local.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR
local.rights.policyAcesso abertopt_BR
local.author.cursoDireitopt_BR
local.author.unidadeUNA / Betimpt_BR
Aparece nas coleções:Direito

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
termo.pdf
  Until 9999-12-30
188.94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir    Solictar uma cópia
ARTIGO - Rafael e Gustavo.pdf227.13 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons