Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14173
Título: Treinamento resistido para adolescentes, visando um envelhecimento saudável: uma revisão da literatura
Autor(es): Almeida, Geomar Carvalho
Orientador: Ramos, Tiago de Melo
Tipo de material: Monografia
Data: 1-Jul-2021
Palavras-chave: Adolescência
Envelhecimento
Qualidade de vida
Saúde
Treinamento resistido
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: No cenário mundial de envelhecimento futuro, é estimado que a população idosa seja muito representativa, desta forma, o trabalho objetiva, de maneira geral, analisar as contribuições que o treinamento resistido terá para os adolescentes visando um envelhecimento saudável em um contexto futurístico. Em âmbitos específicos, analisou como o treinamento resistido pode contribuir para um envelhecimento saudável e benefícios na vida cotidiana; discutir sobre os benefícios do treinamento resistido a longo prazo; beneficiar no tratamento e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis; e analisar a influência do treinamento resistido iniciado na adolescência e a importância do profissional em educação física. Como procedimento metodológico, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre as vertentes que circundam os benefícios do treinamento resistido na fase da adolescência e a repercussão no envelhecimento. Inicialmente, foram organizadas algumas informações sobre a prática do treinamento resistido na adolescência, focando nos elementos estruturantes para o estilo de vida ativo. No segundo capítulo, foram abordados sobre o comportamento social e a prática do treinamento resistido na fase da adolescência. Já no terceiro capítulo, foram expostos incrementos sobre o treinamento resistido e seus impactos na saúde pública e, por fim, o treinamento resistido na vida de idosos e a importância da prática regular. Os resultados obtidos durante a pesquisa foram que o treinamento resistido não dispõe de malefícios na adolescência, desde que seja acompanhado e prescrito por profissional qualificado, atribui benefícios no envelhecimento, na prevenção da perda muscular, mobilidade e autonomia de idosos, na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis. Quando iniciado na adolescência, corrobora para uma experiência prévia que contribua para a adesão, aderência e permanência no treinamento a longo prazo.
In the worldwide scenario of future aging, is estimated that the elderly population will be very representative, thus, this work aims, in general, to analyze the contributions that the resistance training will have for the teenagers aiming a healthy aging in a futuristic context. In specific scopes, it was analyzed that resistance training can contribute to healthy aging and benefits to everyday life; discuss about the benefits of resistance training in long term; benefit in training and prevention of noncommunicable chronic diseases; and analyze the influence of resistance training started in adolescence and the professional’s importance in Physical Education. As methodological procedure, it was carried out a bibliographic review about the surrounding strands of resistance training’s benefits in the adolescence phase and the repercussion in aging. Initially, it was organized some information about the resistance training practice in adolescence, focusing in structuring elements for active lifestyle. In the second chapter, it was approached about social behavior and the resistance training practice in the adolescence phase. Already in the third chapter, it was exposed increments about resistance training and its impact in public health and, finally, resistance training in elderly’s life and the importance of regular practice. The obtained results during the research were that resistance training does not cause harm in adolescence, since it is accompanied and prescribed by qualified professional, it attributes aging benefits, in preventing muscular loss, in elderly’s mobility and autonomy, in prevention of noncommunicable chronic diseases. When started in adolescence, it corroborates to a previous experience that contributes for the adhesion, adherence and permanence in long term training.
Aparece nas coleções:Educação Física - bacharelado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Geomar Carvalho de Almeida .pdf2.49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons