Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14433
Título: Hiperpigmentação pós inflamatória: Uma revisão dos recursos fisioterapêuticos
Autor(es): Maria Cristina Coelho Duarte
Orientador: Viviane Pacheco Gonçalves
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 13-Jul-2021
Palavras-chave: Pele
Fisioterapia
Terapêutica
Nevo
Modalidade de acesso: Acesso embargado
Resumo: Introdução: A hiperpigmentação pós-inflamatória (HPI) é uma hipermelanose adquirida que ocorre após inflamação cutânea ou lesão que pode surgir em todos os fototipos de pele. Geralmente, manifestam-se como máculas ou manchas na mesma distribuição do processo inflamatório inicial. Estima-se que os distúrbios de pigmentação são a 11 º condição mais comum vistas por dermatologistas. Objetivo: Descrever os recursos fisioterapêuticos utilizados no tratamento da hiperpigmentação pós inflamatória. Métodos: Este estudo é uma revisão integrativa de literatura. A pesquisa de dados foi realizada através das bases de dados científicos como Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Scientific Eletronic Library Online, MEDLINE e Google Acadêmico, incluindo artigos publicados no período entre 2014 e 2021. Resultados: Foram selecionados 19 estudos e por estarem de acordo com os critérios de inclusão, 7 artigos foram escolhidos para compor o estudo. Os resultados foram expostos em forma de fluxograma e quadro expondo autor, ano de publicação, objetivos, métodos e conclusão. Considerações Finais: Após a análise dos estudos foi possível verificar que o recurso não médico mais utilizado para o tratamento da hiperpigmentação é o laser de picossegundos de alexandrite, embora a terapia de primeira linha ainda seja o uso de despigmentantes como o ácido kójico. Os efeitos encontrados nos tratamentos são clareamento de manchas, redução do quadro inflamatório e prevenção de novas manchas. Apesar de existirem poucos estudos que não utilizem um recurso médico como forma de tratamento, os achados fortalecem a importância da fisioterapia dermatofuncional no tratamento da disfunção.
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC Maria Cristina Coelho Duarte RUNA.pdf
  Until 2022-07-13
589.64 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons