Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/14881
Título: A importância da mobilização precoce nas disfunções musculoesqueléticas em pacientes adultos em Unidade de Terapia Intensiva
Autor(es): Pereira, Barbara Luisa
Orientador: Bellagamba, Bruno Corrêa
Tipo de material: Monografia
Data: 2-Jul-2021
Palavras-chave: Imobilismo
Internação
Unidade de Terapia Intensiva
Fisioterapia
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: Introdução: O período prolongado de imobilização favorece o surgimento de disfunções musculoesqueléticas. No indivíduo em unidade de terapia intensiva tais alterações são intensificadas e podem resultar em danos motores irreversíveis. Objetivo: Revisar os impactos do imobilismo e do tempo prolongado de internação na funcionalidade musculoesquelética em pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão bibliográfica sistemática do tipo qualitativa, com a revisão de artigos originais publicados de 2010 a 2020. Resultados e Conclusão: A imobilidade prolongada é prejudicial, causando reduções rápidas na massa muscular, densidade mineral óssea e prejuízo em outros sistemas do corpo, evidentes na primeira semana de internação em UTI. Desta forma, se faz necessária a compreensão da etiologia e das consequências secundárias da imobilização prolongada em pacientes críticos a fim de estabelecer a causa, o efeito e as melhores opções de tratamento fisioterapêuticos para os mesmos.
Aparece nas coleções:Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1_5172592838726124051.pdf626.85 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
ApresentaçãoTCC-Bárbara_Dyulia.mp4131.93 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons