Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3934
Título: Abandono afetivo paterno filial: a (im)possibilidade de responsabilização civil paterna pelo abandono dos filhos menores
Autor(es): Zacchi, Simone Pamplona
Orientador: Ferrari Júnior, Pedro Adilão
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2017
Palavras-chave: Família
Afeto
Responsabilidade civil
Abandono afetivo
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: Este artigo vem tratar da responsabilidade civil aplicada ao Direito de Família no que tange a indenização por abandono afetivo em meio à relação paterno filial. Muitos pais, independentemente do fato de cumprirem suas obrigações alimentícias junto aos filhos, descumprem um dos, e por que não dizer, o principal fundamento da entidade familiar, o afeto, princípio que decorre diretamente da relação paterno filial. Tem-se como objeto examinar a questão da (im)possibilidade de responsabilização civil dos genitores em razão do abandono afetivo dos filhos menores, a importância dos pais no desenvolvimento e formação dos filhos, a proteção jurídica do afeto nas relações paterno filiais, bem como apreciar a questão através de entendimentos doutrinários e jurisprudenciais e a legislação vigente, demonstrando-se que o assunto deve ser observado caso a caso, com cautela, de forma a evitar demandas meramente interesseiras, ao mesmo tempo não deixando sem guarida as verdadeiras vítimas do abandono afetivo.
Aparece nas coleções:Especialização em Direito Processual Civil Contemporâneo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO PÓS GRADUAÇÃO VERSÃO FINAL (2).pdfArtigo científico Simone Pamplona Zacchi1.03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons