Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/4071
Título: Projeto de viabilidade econômica de produção de etanol de segunda geração utilizando biomassa lignocelulósica proveniente de indústrias de beneficiamento de arroz
Autor(es): Carvalho, Patrícia de
Acco, Giovana Lara
Martins, Jefferson
Vieira, José Luiz
Limas, Karine
Albino, Rafaela Brognara
Orientador: Buss, Diogo Quirino
Tipo de material: Plano de Negócio
Data: 2017
Palavras-chave: Viabilidade econômica
Etanol de segunda geração
Biomassa lignocelulósica
Casca do arroz
Biocombustíveis
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: With increasing demand for alternatives to trade petroleum-based products, demand for new renewable sources has grown, for example, bioethanol. This product has been produced already in Brazil for some time, from sugarcane, which has raised the Brazilian indices of production of first generation alcohol. However, an alternative is second-generation ethanol, produced from cereal crops bagasses's, such as rice husks. Nowadays, the main purpose of the rice husk is generates energy by burning it, however can also be used to produce second generation alcohol, since it has a considerable amount of cellulose, which makes it perfect to the process of biofuel production. Thus, it is presented the proposal for an installation of a biorefinery in the state of Santa Catarina, using lignocelluloses biomass coming from the rice processing industries. The present Course's Completion Project presented to the Course of Chemical Engineering of the University of the South of Santa Catarina, was divided in specific areas for a better understanding. It begins with strategic planning and marketing, which is a methodology capable of establishing the direction that must be taken by the company, with the objective of integrating it into its operational environment. Followed by quality management, which is a managing focused on the quality of production and services of the company; Basic Engineering, which understands and designs all the necessary requirements for the company's implementation, focusing on the production process; Environmental Engineering, which aims to plan an adequate management, either by solving environmental issues or preventing possible negative consequences related to production processes; The safety engineering, which goes to anticipate the risks of accidents and therefore trying to minimize them. Finally, the economic planning, that identifies the expected benefits of an investment to verify its implementation’s viability, analyzing the costs and benefits of the project.
Com o aumento da procura por alternativas que substituam produtos derivados do petróleo, tem crescido cada vez mais a procura por novas fontes renováveis, um exemplo é o bioetanol. Este produto já é produzido no Brasil há algum tempo, a partir da cana-de-açúcar, que tem elevado os índices brasileiros de produção de álcool de primeira geração. Porém, uma alternativa é o álcool de segunda geração, produzido a partir de bagaço proveniente de culturas de cereais, como a casca do arroz. Nos dias atuais, a principal destinação da casca de arroz é a queima para geração de energia, porém, pode-se utilizá-la também para a produção de álcool de segunda geração, já que o mesmo apresenta considerável quantidade de celulose, ideal para o processo de produção de biocombustíveis. Assim, apresenta-se a proposta de instalação de uma biorrefinaria no estado de Santa Catarina, utilizando biomassa lignocelulósica proveniente de indústrias de beneficiamento de arroz. O presente Projeto de Conclusão de Curso, apresentado ao Curso de Engenharia Química da Universidade do Sul de Santa Catarina, foi divido em áreas de estudo para melhor compreensão. Inicia-se com o planejamento estratégico e de marketing, que é uma metodologia capaz de estabelecer a direção a ser tomada pela empresa, com o objetivo de integrá-la a seu ambiente de atuação. Seguido do gerenciamento pela qualidade, que é uma gerência focada na qualidade da produção e dos serviços da empresa; Engenharia Básica, que compreende e projeta todos os requisitos necessários para a implantação da empresa, focando no processo de produção; Engenharia ambiental, que visa planejar uma gestão adequada resolvendo as questões de caráter ambiental ou prevenindo possíveis consequências negativas relacionadas aos processos de produção; A engenharia de segurança, que tem como finalidade antecipar os riscos de acidentes e com isso minimizá-los. E por fim, o planejamento econômico que identifica os benefícios esperados em um investimento a fim de verificar sua viabilidade de implementação, analisando os custos e benefícios do projeto.
Aparece nas coleções:Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BIOREFIN.pdf12.06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons