Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/7903
Título: Estudo comparativo sobre os cuidados com a pele e prevenção da melanose solar de mulheres da zona rural e da zona urbana do município de São Ludgero - SC
Autor(es): Niehues, Isadora
Orientador: Medeiros, Fabiana Durante de
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2019
Palavras-chave: Melanose solar
Pele
Mulheres
Zona rural
Exposição solar
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: O Sol possui papel fundamental para a vida na Terra, podendo ser benéfico para o ser humano como no estímulo à produção de melanina; tratamento de doenças; estímulo à produção da vitamina D, além de trazer bem-estar físico e mental. Entretanto, dependendo do tempo, intensidade, tipo de pele exposta e frequência de exposição aos raios solares, pode ser prejudicial, causando uma melanose solar. A melanose solar, é também conhecida popularmente como mancha senil ou lentigos solares e está presente em 90% da população com mais de 50 anos de idade, costumando aparecer no rosto, na parte de fora dos membros superiores e dorso das mãos, em pessoas com histórico repetido de exposição solar sem nenhum tipo de proteção. Essas manchas não são resultantes da idade e sim da falta de cuidado no momento de se expor ao sol. O presente estudo teve como objetivo geral avaliar os cuidados com a pele e a prevenção de melanose solar de mulheres da zona rural e da zona urbana do município de São Ludgero – SC. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem quantitativa, desenvolvida através de pesquisa bibliográfica e aplicação de questionários nas mulheres da cidade de São Ludgero – SC. Com uma amostra de 50 mulheres entre 50 e 70 anos, sendo 25 da zona urbana e 25 da zona rural. Com a realização do estudo, foi possível verificar que as mulheres da zona urbana se preocupam mais com as manchas e sua aparência, porém realizam poucas ações de tratamento, sendo que apenas 15 mulheres das 50 procuraram orientação com esteticistas ou dermatologistas e apenas 12 já realizaram tratamento com os mesmos. Assim, considera-se importante divulgar a importância do uso do protetor solar ou FPS para prevenção das manchas, e a procura por um tratamento.
Aparece nas coleções:Estética e Cosmética

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo Científico - Isadora Niehues-convertido.pdfArtigo Científico - Isadora Niehues506.24 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons