Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/7931
Título: Nível de conhecimento dos acadêmicos da área de saúde sobre os danos causados pela exposição solar
Autor(es): Alflen, Aline Heloisa
Souza, Cintia Abreu de
Orientador: Belmonte, Luiz Augusto Oliveira
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2018
Palavras-chave: Exposição solar
Protetor solar
Pele
Resumo: Introdução: A pele é uma barreira entre organismo e ambiente, protege o corpo de perdas das substâncias e contra as influências externas, além de reduzir ou impedir a penetração de substâncias e proteger da radiação ultravioleta (UV). O sol é maior fonte dessas radiações e com o passar dos anos, o ser humano fica mais vulnerável à chance de desenvolver câncer de pele. Objetivo: Analisar o nível de conhecimento em acadêmicos dos cursos superiores em saúde sobre os danos causados na exposição solar. Métodos: Pesquisa transversal de campo quantitativa com acadêmicos dos cursos de Cosmetologia e Estética e Fisioterapia da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) Campus Pedra Branca. A amostra foi constituída por 110 acadêmicos que aceitaram participar do estudo. O questionário é composto por perguntas semiabertas e fechadas de múltipla escolha, sobre dados pessoais, sendo: nome, idade, gênero, etnia, renda, fototipo de pele, e foram abordadas questões referentes à exposição, conhecimento sobre os efeitos negativos do sol, frequência do uso de protetor solar, modo de proteção do sol e os cuidados com a pele. Os dados coletados foram tabulados e armazenados em um banco de dados, registrando cada questionário como um número codificador e armazenados no programa Microsoft Excel®. A análise estatística foi descritiva, todas as variáveis coletadas foram analisadas descritivamente por meio de medidas de tendência central (média e desvio padrão), frequência simples e porcentagem. Resultados: Dos acadêmicos entrevistados 67 (61%) tinham idade entre 18-20 anos e 75 (68%) classificaram-se como fototipo II e III. Quase a totalidade 105 (95%) referiu conhecer os danos referentes à exposição solar inadequada. Dos acadêmicos 56 (51%) responderam utilizar o protetor solar às vezes, sendo que 80 (73%) não reaplicam o mesmo. A maioria 91 (83%) afirmou que já teve queimaduras solares. Conclusão: Na pesquisa observou-se que a maioria dos acadêmicos conhece os riscos da exposição solar e os meios de proteção, porém, ainda se expõe excessivamente ao sol, sem efetiva proteção solar.
Aparece nas coleções:Estética e Cosmética

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo TCC 02.07 pdf.pdfTCC NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS ACADÊMICOS DA ÁREA DE SAÚDE SOBRE OS DANOS CAUSADOS PELA EXPOSIÇÃO SOLAR513.62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
Termo de autorização de TCC com mais de um autor
  Until 9999-12-31
200.47 kBJPEGVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons