Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/9693
Título: Insatisfação corporal e comportamento alimentar de adolescentes de uma escola privada da região sul do Brasil
Autor(es): Ribeiro, Munize Rubin
Orientador: Pulz, Isadora dos Santos
Tipo de material: Artigo Científico
Data: 2019
Palavras-chave: Adolescentes
Imagem corporal
Comportamento alimentar
Estado nutricional
Modalidade de acesso: Acesso embargado
Resumo: Objective: To describe the association between body dissatisfaction and eating behavior of adolescents enrolled in a private high school in the southern region of Brazil. Methods: Cross-sectional, descriptive and analytical research with non - probabilistic convenience sample. The data collection was performed with a self-administrated questionnaire validated in previous studies to obtain sociodemographic data, self-reported weight and height, body satisfaction and eating attitudes. The data were analyzed through descriptive statistics and the association between body dissatisfaction and food behavior by analytic statistics, with p <0.05 as statistical significance. Results: Twenty-one adolescents of both sexes participated in the study. About 81% of the adolescents presented with body image dissatisfaction. Only females presented a risk for eating disorder, characterizing 24% of the total sample. The majority (76%) had adequate nutritional status; however, there was a significant difference between the sexes (p <0.05). Eutrophy was prevalent in females and the state of being overweight was prevalent in the males. There was no association between body dissatisfaction and eating behavior. Conclusion: Body image dissatisfaction was observed in the majority of the participants. About one-fourth presented a risk for eating disorder even though the majority presented a nutritional eutrophic state. However, there was no evidence of association between body dissatisfaction and eating behavior. These findings are important for monitoring and can catalyze actions with schools and families, as this age group is susceptible to changes in behavior and emotional vulnerability.
Objetivo: Descrever a associação entre a insatisfação corporal e o comportamento alimentar de adolescentes matriculados no ensino médio de uma escola privada na região sul do Brasil. Métodos: Pesquisa transversal, descritiva e analítica, com amostra não probabilística de conveniência. A coleta de dados foi realizada com um questionário de autopreenchimento validado em estudos prévios para obter dados sociodemográficos, peso e altura auto referidos, satisfação corporal, e atitudes alimentares. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e a associação entre insatisfação corporal e comportamento alimentar por estatística analítica, considerando p<0,05 como significância estatística. Resultados: Participaram da pesquisa 21 adolescentes de ambos os sexos. Cerca de 81% dos adolescentes apresentaram insatisfação com a imagem corporal, e apenas o sexo feminino apresentou risco para transtorno alimentar, caracterizando 24% da amostra total. A maioria (76%) estava com o estado nutricional adequado, porém houve diferença significativa entre os sexos (p<0,05). Houve prevalência de eutrofia nas moças, e nos rapazes prevalência de excesso de peso. Não houve associação entre insatisfação corporal e comportamento alimentar. Conclusão: Observou-se insatisfação com a imagem corporal na maioria dos participantes, e cerca de um quarto apresentou risco para transtorno alimentar, ainda que a maioria tenha apresentado estado nutricional eutrófico. No entanto, não foi evidenciada associação entre insatisfação corporal e comportamento alimentar. Estes achados são importantes para monitoramento e podem subsidiar ações junto à escola e famílias, uma vez que esta faixa etária é suscetível a mudanças de comportamento e vulnerabilidade emocional.
Aparece nas coleções:Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tccmunize.pdfArtigo Científico - Insatisfação corporal e comportamento alimentar de adolescentes de uma escola privada da região Sul do Brasil.208.78 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons