A vivência dos acadêmicos da área de saúde, humanização e brincar

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2023-12

Tipo de documento

Resumo

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Área do conhecimento

Modalidade de acesso

Editora

Autores

SÁ, Beatriz de Carvalho Monteiro
MARTINHO, Camilla do Nascimento R. Mello
ARAUJO, Caroline Gouveia de
SANTOS, Davi Diego de Jesus
PIVETA, Isabela
SILVA, Katherine Rodrigues da
SILVA, Raissa Viana Ferreira da
SOUZA, Viviane de Melo

Orientador

Coorientador

Resumo

O brincar é uma das atividades mais essenciais na vida de uma criança, sendo necessário para a evolução do desenvolvimento, motor, social, emocional e mental. Através desta atividade sensorial em conjunto com a motora, a criança tem a possibilidade de explorar a dinâmica do corpo e a sua sensibilidade, através dos movimentos corporais e atividades coordenadas. O relacionamento interpessoal de uma criança é de suma importância para o seu desenvolvimento, mesmo que seus primeiros contatos sejam com a figura familiar, a melhor alternativa para uma adequada evolução é com outras crianças, principalmente através do brincar, do lúdico, pois por meio dessa troca de experiências, a evolução traz como resultados o amadurecimento nas diversas áreas do desenvolvimento. Sendo assim é evidente que por meio do brincar a criança aprende a conviver, a lidar com suas emoções, situações de estresse, ansiedade, tendo vivências reais, como fundamentais para a construção de soluções diante das situações que ocorrem em sua rotina. Por meio do brinquedo e as brincadeiras que tornam-se grandes aliados na liberação de todas as situações geradoras de estresse, possibilitando que sua idade mesmo que imatura para lidar com situações adversas e fatores externos que são atípicas para a sua experiência de vida, acaba por trazer uma conforto para o dia difícil, transformando o que poderia ser um problema em possíveis soluções e alivio. Diante disso, nas atividades foram observadas que durante, os comportamentos que evidenciaram maior interação com o profissional, em sua maioria, as crianças, que mostravam uma maior colaboração e interação em grupo, verbalizando os sentimentos tanto bons ou ruins, além de situações do cotidiano, mostraram um comportamento, bem como a expressão de sentimentos através de uma postura e faces relaxadas, sorrindo durante toda a atividade realizada.

Palavras-chave

Saúde, Humanização, Brincar, Projeto de extensão

Citação

Coleções