ADULTERAÇÃO EM AMOSTRAS DE REQUEIJÃO MANTEIGA

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2023-06-20

Tipo de documento

Artigo Científico

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Área do conhecimento

Ciências da Saúde

Modalidade de acesso

Acesso aberto

Editora

Autores

Lima, Marlan

Orientador

Chaves, Anny Carolinny

Coorientador

Resumo

Objetivos: Este trabalho tem como objetivo analisar possíveis adulterações por adição de amido no requeijão de manteiga comercializado na cidade de Feira de Santana-BA. Métodos: Trata-se de uma uma pesquisa qualitativa realizada através de determinação físico-química utilizando lugol como indicador de reação química. Um teste muito utilizado para detectar a presença de amido é a reação com iodo, que utiliza lugol (uma mistura de iodo e iodeto de potássio). Resultados: Na análise qualitativa de identificação de amido em requeijão manteiga, das 07 amostras avaliadas, todas apresentaram resultados positivos para o teste de adulteração através da adição de amido. Dessa forma, a detecção de amido em amostras de requeijão manteiga indica fraude, visto que seus fabricantes omitem a adição de amido em sua composição. Conclusão: Portanto, as amostras analisadas neste estudo apresentaram adição de amido, indicando o não cumprimento das normas vigente. Diante, reforça-se a importância das análises de alimentos, pois, além de compreender as propriedades dos alimentos, também é possível detectar adulterações nesses alimentos e prevenir práticas fraudulentas, garantindo assim a proteção dos consumidores.

Palavras-chave

Requeijão,amido,fraude

Citação

Coleções