A importância do enfermeiro no controle de infecções relaciodas a assistência em saúde: uma revisão bibliográfica

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2023-12

Tipo de documento

Monografia

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Área do conhecimento

Modalidade de acesso

Acesso fechado

Editora

Autores

SCHEFFEL, Victoria Marie

Orientador

OLIVEIRA, Eduarda Lima de

Coorientador

Resumo

As Infecções Associadas à Assistência em Saúde representam um desafio significativo nas instituições de saúde, contribuindo para a morbimortalidade e custos elevados. A resistência aos antimicrobianos é uma ameaça global, agravando a situação. O aumento da resistência bacteriana é alarmante devido ao uso indiscriminado de antibióticos, prolongando a internação hospitalar e os gastos. Enfermeiros desempenham papel crucial na prevenção das IRAS, envolvendo-se na gestão, implementação de medidas de controle, e orientação de equipes. As comissões de controle de infecção, muitas vezes lideradas por enfermeiros, monitoram indicadores e planejam ações para reduzir danos. O enfermeiro atua como barreira à disseminação de infecções, implementando medidas de precaução e gerenciando pacientes colonizados por germes multirresistentes. Este estudo revisou artigos que destacam a importância do enfermeiro no controle de IRAS, enfatizando a necessidade de recursos adequados, protocolos atualizados e treinamento específico para eficácia na prevenção. Embora enfrentem desafios como sobrecarga de trabalho e falta de insumos, os enfermeiros são essenciais para mitigar as IRAS. Recomenda-se investigações adicionais sobre o impacto quantitativo da atuação do enfermeiro na redução das IRAS e na morbimortalidade.
Objective: Healthcare-Associated Infections (HAIs) pose a significant challenge within healthcare institutions, contributing to increased morbidity, mortality, and high costs. Antimicrobial resistance represents a global threat, exacerbating the situation further. The alarming rise in bacterial resistance stems from the indiscriminate use of antibiotics, prolonging hospital stays and expenses. Nurses play a pivotal role in HAI prevention, engaging in management, implementing control measures, and guiding teams. Infection control committees, often led by nurses, monitor indicators and devise strategies to minimize harm. Nurses act as a barrier to infection spread, implementing precautionary measures and managing patients colonized by multi-resistant germs. This study reviewed articles highlighting the nurse's importance in HAI control, emphasizing the need for adequate resources, updated protocols, and specific training for effective prevention. Despite facing challenges like workload burdens and supply shortages, nurses remain essential in mitigating HAIs. Further investigation is recommended to quantify the nurse's impact on reducing HAIs and morbidity/mortality.

Palavras-chave

Nurse, Infection control, Multiresistant bacteria, Enfermagem, Controle de infecção, Bactéria multirresistente

Citação

Coleções