Avaliação dos efeitos da suplementação de ômega-3 em idosos com doença de alzheimer: uma revisão integrativa

Nenhuma Miniatura disponível

Data

2023-12

Tipo de documento

Monografia

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Área do conhecimento

Modalidade de acesso

Acesso fechado

Editora

Autores

BRITO, Ana Caroline de Cerqueira
OLIVEIRA, Andressa Paiva Silva de
SANTOS, Crislaine Silva dos
ROCHA, Gardênia Campos
PEREIRA, Shirlei Dias

Orientador

MOURA, Lídia Eloy

Coorientador

Resumo

Introdução: A Doença de Alzheimer (DA) é uma patologia neurodegenerativa que afeta principalmente a população idosa, caracterizada, principalmente, por neuroinflamação e comprometimento cognitivo. Os ácidos graxos ômega-3 têm sido estudados em pacientes com DA devido a seus efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes já conhecidos. Objetivo: O presente estudo buscou investigar os efeitos da suplementação de ácidos graxos ômega-3 na função cognitiva de idosos diagnosticados com doença de Alzheimer. Métodos: Trata-se de uma Revisão Integrativa da Literatura (RIL), com busca de artigos nas bases de dados PubMed, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e CAPES Periódicos, usando os descritores "fatty acids ômega 3", "aged" e "alzheimer disease", também traduzidos para o português e combinados entre si com o operador booleano “AND”. No total, 163 trabalhos foram encontrados, mas após o refinamento, somente 9 artigos científicos atenderam a todos os critérios de seleção. Resultados: Foi observada a predominância de estudos controlados por placebo (44%), seguidos dos randomizados (33%), duplo-cego (33%) e observacionais (22%). Com relação ao tempo de intervenção, dois estudos (22% cada) foram de longa duração, enquanto os demais apresentaram médio e curto prazo. Quanto ao número de participantes, a maioria apresentou amostras pequenas, enquanto outros variaram de 129 a 2.612 indivíduos. Discussão: Observou-se que o ômega-3, em suas diferentes formas e associações com outros nutrientes, como carotenóides xantofilas, ácido alfalipóico, antioxidantes botânicos e algumas vitaminas, desempenha um papel importante na saúde do sistema nervoso e na função cognitiva. No entanto, os resultados desses estudos variam e mostram que a eficácia da suplementação de ômega-3 na DA não é uniforme. Conclusão: Conclui-se que a suplementação de ômega-3 parece desempenhar um papel na saúde do sistema nervoso e na função cognitiva, mas os resultados são variados e podem depender de fatores como número da amostra, público-alvo e combinação com outros nutrientes. São necessários mais estudos para entender melhor o papel do ômega-3 de forma isolada na DA e identificar os mecanismos subjacentes que podem explicar as alternâncias nos resultados. Descritores: Ácidos graxos ômega 3; Idosos; Doença de Alzheimer.

Palavras-chave

ácidos graxos ômega 3, idoso, doença de alzheimer

Citação

Coleções