Alagados, novamente: uma (re)visão do urbano pós-apoclimático

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2023-12
Tipo de documento
Monografia
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Área do conhecimento
Ciências Sociais Aplicadas
Modalidade de acesso
Acesso aberto
Editora
Autores
SOUZA, Carlos Eduardo Valois de
Orientador
BRANCO, Armando Freire
Coorientador
CARVALHO, Kleber
Resumo
As mudanças climáticas antropogênicas que ocorrem ao redor do mundo terão consequências devastadoras para seus habitantes. As dificuldades provenientes do aumento do nível médio do mar em particular têm potencial devastador para cidades costeiras. A cidade de Salvador, Bahia, possui, devido à sua história, comunidades em zonas extremamente vulneráveis a estas mudanças. Atividades urbanísticas para a resolução destes problemas e proteção destas comunidades são urgentes. O escopo deste trabalho é o de um plano de urbanização para a área contínua mais afetada da cidade, a Península de Itapagipe e, em particular, a região de Alagados, local onde anteriormente diversas propostas de urbanização foram postas em prática pelo poder público com resultados variados, porém pouco satisfatórios no que diz respeito à melhoria real da qualidade de vida desta população.

Palavras-chave
Arquitetura, Urbanismo, Península de Itapagipe, Alagados, Urbanização de favelas, Mudanças climáticas, Aquecimento global, Subida do nível da maré
Citação