Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3027
Título: Avaliação da memória espacial e expressão das proteínas TAU e GSK-3 em tecido encefálico de animais adultos após ativação imune neonatal
Autor(es): Dias, Paula
Orientador: Comim, Clarissa Martinelli
Tipo de material: Dissertação
Data: 2018
Palavras-chave: Ativação imune neonatal
Sistema nervoso central
Memória
GSK-3β
Tau
Modalidade de acesso: Acesso embargado
Resumo: Introduction: The neonatal immune system is still immature, which makes them more susceptible to the infectious agents present in that period. Neonatal immune activation is associated with increased permeability of the blood-brain barrier (BBB), causing an inflammatory cascade in the Central Nervous System (CNS) and altering behavioral and neurochemical parameters. One of the hypotheses that has been studied is that neuroinflammation may be involved in neurodegenerative processes, such as in Alzheimer's disease (AD). Objective: To evaluate visuo-spatial memory and the expression of Tau and GSK-3β proteins in hippocampus and cortex of animals exposed to neonatal endotoxemia. Methods: C57BL/6 mice with two days old received a single injection of subcutaneous lipopolysaccharide (LPS). At 60,120 and 180 days old, visual-spatial memory was evaluated through the Morris walter maze and the hippocampus and córtex were dissected to evaluate the expression of Tau and GSK-3β proteins through the use of Western Blot. Results: In the animals exposed to LPS in the neonatal period there were ans visuo-spatial memory impairment at 120 and 180 days old. There was an increase in the expression of GSK-3β in hippocampus of the animals at 60, 120 and 180 days of life. In the cortex, this increase occurred only in 120 and 180 days old. Tau protein expression was high in hippocampus and cortex of animals at 120 days old and only in cortex at 180 days old. Conclusion: The data observed in this study show that neonatal immune activation may be associated with visuo-spatial memory impairment and increased expression of GSK-3β and Tau proteins in long-term. These evidences may base future studies on the relationship between neonatal neuroinflammation and long-term neurodegenerative processes.
Introdução: O sistema imunológico dos neonatos ainda é imaturo, o que torna-os mais suscetíveis aos agentes infecciosos presentes nesse período. A ativação imune neonatal está associada a um aumento da permeabilidade da barreira hematoencefálica (BHE), provocando uma cascata inflamatória no Sistema Nervoso Central (SNC) e alterando parâmetros comportamentais e neuroquímicos. Uma das hipóteses que vem sendo estudas é que a neuroinflamação possa estar envolvida nos processos neurodegenerativos, como na Doença e Alzheimer (DA). Objetivo: Avaliar o comprometimento da memória visuo-espacial e a expressão das proteínas Tau e GSK-3β em hipocampo e córtex de animais expostos a endotoxemia neonatal. Métodos: Camundongos C57BL/6 com dois dias de vida receberam uma única injeção de lipopolisacarídeo (LPS) subcutânea. Ao completarem 60,120 e 180 dias de vida, a memória visuo-espacial foi avaliada através do Labirinto Aquático de Morris e as estruturas hipocampo e córtex dissecados para avaliação da expressão das proteínas Tau e GSK-3β através da técnica de Western Blot. Resultados: Os animais expostos ao LPS no período neonatal apresentaram um comprometimento da memória visuo-espacial com 120 e 180 dias de vida. Houve um aumento da expressão de GSK-3β em hipocampo dos animais com 60, 120 e 180 dias de vida. Já no córtex, este aumento aconteceu somente em 120 e 180 dias. A expressão da proteína Tau estava elevada em hipocampo e córtex dos animais com 120 dias e apenas em córtex em 180 dias de vida. Conclusão: Os dados observados neste estudo mostram que a ativação imune neonatal pode estar associada a um comprometimento da memória visuo-espacial e a um aumento da expressão das proteínas GSK-3β e Tau tardiamente. Estas evidências podem basear futuros estudos sobre a relação entre neuroinflamação neonatal e processos neurodegenerativos tardios.
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Paula Dias.pdfPDF Dissertação Paula Dias1.13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons