Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3039
Título: Sensibilidade à encefalopatia associada à sepse: comparação entre animais sedentários e não sedentários
Autor(es): Rodrigues, Judite Filgueiras
Orientador: Petronilho, Fabrícia Cardoso
Tipo de material: Dissertação
Data: 2017
Palavras-chave: Sepse
Disfunção cerebral
Estresse oxidativo
Sedentarismo
Exercício físico
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: Sepsis is characterized by physiological abnormalities arising from an infectious and inflammatory response. During sepsis, the central nervous system (CNS) is rapidly affected, resulting in sepsis-associated encephalopathy (SAE). Studies demonstrate the relevance of physical exercise as an intervention to improve the cognitive function and health of the CNS, in view of its effects on neurogenesis and neuroplasticity. Thus, this study aimed at comparing the sensitivity to SAE under neuroinflammatory and neurochemical parameters in sedentary rats and rats submitted to aerobic physical conditioning. Adult male Wistar rats were randomly assigned to the sham+ Sedentary (S) (n = 7), sham+ Trained (T) (n = 7), cecal ligation and perforation (CLP)+S (n = 10) and CLP+T (n = 10) and subjected to treadmill training for 21 days. Twenty-four hours after the last training session, the animals were submitted to sepsis induction by the CLP model. Forty-eight hours later the animals suffered assisted painless death by thiopental overdose followed by guillotine decaptation and the prefrontal cortex was harvested to determine the levels of TNF-α, IL-6 and IL-10 , neutrophil infiltrate, oxidative damage to lipids and proteins and antioxidant enzymes SOD and CAT. Sepsis increased the levels of TNF-α, IL-6 and neutrophil infiltrate, as well as damage to lipids and carbonylated proteins, while reduced IL-10 levels, the integrity of sulfhydryl groups and the activity of SOD and CAT. Aerobic physical conditioning prevented the increase of TNF-α, reduced neutrophil infiltrate and the damage to lipids and sulfhydryl groups, while increased SOD and CAT activity. In conclusion, aerobic physical conditioning exerted positive effects on neuroinflammatory and neurochemical parameters in the prefrontal cortex of rats with polymicrobial sepsis. Keywords: sepsis, brain dysfunction, oxidative stress, sedentarism, physical exercise.
A sepse é caracterizada por anormalidades fisiológicas decorrentes de um processo infeccioso e inflamatório. Durante a sepse, o sistema nervoso central (SNC) é um dos primeiros sistemas a ser afetado, e isto se manifesta como encefalopatia associada à sepse (EAS). Estudos comprovam a relevância do exercício físico como uma intervenção para melhorar a função cognitiva e saúde do SNC, tendo em vista seus efeitos sobre a neurogênese e neuroplasticidade. Sendo assim, este trabalho objetivou comparar a sensibilidade à encefalopatia séptica sob parâmetros neuroinflamatórios e neuroquímicos em ratos sedentários e ratos submetidos ao pré-condicionamento físico aeróbio. Ratos Wistar machos adultos foram randomizados nos grupos experimentais sham+Sedentario (S) (n = 7), sham+Treinado (T) (n = 7), Ligação e Perfuração Cecal (CLP)+S (n = 10) e CLP+T (n = 10) e submetidos ao protocolo de treinamento de corrida durante 21 dias. Quarenta e oito horas após o último dia de treinamento, os animais foram submetidos ao modelo de indução de sepse por CLP. Vinte e quatro horas após, os animais sofreram morte indolor assistida por overdose de tiopental seguida por decaptação em guilhotina para a coleta do córtex pré-frontal e dosagem de citocinas TNF-α, IL-6 e IL-10, infiltrado de neutrófilos, dano oxidativo a lipídeos e proteínas, além de enzimas antioxidantes SOD e CAT. Observou-se que a sepse aumentou os níveis de TNF-α, IL-6, o infiltrado de neutrófilos, bem como o dano aos lipídeos e às proteínas carboniladas, enquanto reduziu os níveis de IL-10, a integridade de grupamentos sulfidrilas e a atividade da SOD e CAT. O condicionamento físico aeróbio preveniu o aumento de TNF-α, reduziu o infiltrado de neutrófilos, o dano aos lipídeos e grupamentos sulfidrilas, além de aumentar a atividade da SOD e CAT. Conclui-se que o pré-condicionamento físico aeróbio exerceu efeitos positivos sobre parâmetros neuroinflamatórios e neuroquímicos em ratos com sepse polimicrobiana. Descritores: sepse, disfunção cerebral, estresse oxidativo, sedentarismo, exercício físico.
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçao Judite Rodrigues.pdfDissertação de Mestrado em Ciências da Saúde - Judite Filgueiras Rodrigues1.43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons