Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3101
Título: Avaliação do efeito do extrato de alcachofra sobre parâmetros neuroinflamatórios e neuroquímicos em modelo animal de obesidade
Autor(es): Piccinini, Alexandre
Orientador: Rezin, Gislaine Tezza
Tipo de material: Dissertação
Data: 2020
Palavras-chave: Obesidade
Extrato de alcachofra
Cérebro
Inflamação
Estresse oxidativo
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: Introduction: Obesity is defined as the accumulation of excessive fat in adipose tissue that leads to a low grade systemic inflammation, which in turn seems to be associated with neuroinflammation culminating in neuronal damage. Thus, due to the anti-inflammatory and antioxidant properties of artichoke, this may be an alternative in the treatment of obesity. Objective: To evaluate the effect of artichoke extract administration on neuroinflammatory and neurochemical parameters. Methods: Eighty male 40-day-old Swiss mice were used. Initially the animals were weighed and matched in two groups of equal numbers: normolipid diet (control group) and hyperlipid diet (obese group). The mice were kept on this regimen for 10 weeks and weighed weekly. After 6 weeks of dietary protocol, mice were matched in groups for treatment with 1.6g / kg artichoke extract in the following regimens, where they were maintained for 4 weeks: Normolipid diet + saline; Normolipid diet + artichoke extract; Hyperlipid diet + saline and Hyperlipid diet + artichoke extract. After the animals' death, the visceral fat weight, inflammatory parameters and oxidative stress in the mice brain were evaluated. Results: Treatment with artichoke extract had no effect on body weight, but reduced visceral fat. Obese animals showed increased inflammation and oxidative damage, as well as increased activity of antioxidant enzymes in brain structures. Artichoke extract treatment partially reversed changes in inflammatory and oxidative damage parameters and attenuated changes in antioxidant defense. Artichoke extract had a beneficial effect on the brain of obese animals as it partially reversed the changes caused by eating a high fat diet and consequent obesity. Conclusion: Our results support studies indicating that artichoke extract may contribute to the treatment of obesity
Introdução: A obesidade é definida como o acúmulo de gordura excessivo no tecido adiposo que leva a uma inflamatória sistêmica de baixo grau, que por sua vez parece estar associada a neuroinflamação culminando em danos neuronais. Assim, devido as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes da alcachofra, esta pode ser uma alternativa no tratamento da obesidade. Objetivo: Avaliar o efeito da administração de extrato de alcachofra sobre parâmetros neuroinflamatórios e neuroquímicos. Métodos: Foram utilizados 80 camundongos Swiss machos com 40 dias de idade. Inicialmente os animais foram pesados e pareados em 2 grupos de igual número: Dieta normolipídica (grupo controle) e Dieta hiperlipídica (grupo obeso). Os camundongos foram mantidos neste regime por 10 semanas e pesados semanalmente. Após 6 semanas de protocolo de dieta, os camundongos foram pareados em grupos para o tratamento com extrato de alcachofra 1,6g/kg, nos seguintes regimes, onde foram mantidos por 4 semanas: Dieta normolipídica + salina; Dieta normolipídica + extrato de alcachofra; Dieta hiperlipídica + salina e Dieta hiperlipídica + extrato de alcachofra. Após a morte dos animais, o peso da gordura visceral, parâmetros inflamatórios e de estresse oxidativo no cérebro dos camundongos foram avaliados. Resultados: O tratamento com extrato de alcachofra não teve efeito no peso corporal, mas reduziu a gordura visceral. Animais obesos apresentaram aumento da inflamação e danos oxidativos, bem como aumento da atividade de enzimas antioxidantes nas estruturas cerebrais. O tratamento com extrato de alcachofra reverteu parcialmente as alterações nos parâmetros de dano inflamatório e oxidativo e atenuou as alterações na defesa antioxidante. O extrato de alcachofra teve um efeito benéfico no cérebro de animais obesos, pois reverteu parcialmente as mudanças causadas pelo consumo de uma dieta rica em gorduras e consequente obesidade. Conclusão: Nossos resultados apoiam estudos que indicam que o extrato de alcachofra pode contribuir para o tratamento da obesidade.
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Final_Cartograf_sem artigo.pdfDissertação Alexandre Piccinini1.37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons