Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/3324
Título: O desejo e suas representações nas personagens femininas de Júlia Lopes de Almeida
Autor(es): Manica, Tatiana Czornabay
Orientador: Sá, Jussara Bittencourt de
Tipo de material: Tese
Data: 2018
Palavras-chave: Literatura brasileira
Século XIX
Mulher
Desejo
Modalidade de acesso: Acesso aberto
Resumo: The contribution of this study is given in the desire and its representations in the female characters of the works of Júlia Lopes de Almeida, both in his writing and in the revelation of his desires in the midst of the social and cultural context of the late nineteenth and early twentieth century. Literature registers feelings in the form of narratives, transferring, for future generations, fictional riches. Thus, based on the assumption that the literary work allows to know and evaluate the socio-historical and cultural context of a society, not distancing itself from the personality of the author in front of its context, the hypothesis is that the female characters, in the works of Julia Lopes de Almeida, represent different forms of desire. In order to elucidate, to reiterate this hypothesis, the objective of this study is to analyze how and if the representation of desire happens in the literary genres selected, possible similarities and distances, through the female characters as representations of the women of the time placed on the scene. It is important to study the work of this author, inasmuch as her discourse aroused multiple female voices and her characters remain as singular as at the time of her creation. The feminine desires it represented resonate in the twentieth century and their representations provoke the imaginary, absence, presence and identity of women who seek to emphasize their importance in interpersonal relations as well as an integral part of the society in which they live. From the cast of the writer's works were selected four novels, a short story and a play. First, the novels A falência, 1901; A intrusa, 1908; Cruel Amor, of 1911; e O funil do diabo, 2015. Also, the tale entitled O último capítulo, of 1916; and finally, the play called Quem não perdoa, in 1917. In this research, the characters are evaluated from the context, having as a theoretical contribution Zahidé L. Muzart, Peggy Sharpe, Michelle Perrot, Mary Del Priore, Friedrich Engels, among others. For the theory and analysis of the structure of literary narrative, the macroanalysis and microanalysis classifications of Massaud Moisés and Terry Eagleton are the basis. Foundations on desire and its representations are drawn from historians and philosophers such as Zygmunt Bauman, Roland Barthes, Georges Bataille, Gaston Bachelard, Adauto Novaes, Elisabeth Badinter, among others. The methodological course that was sought inscribes this research in the scope of Comparative Literature, aiming to analyze the works of the nineteenth - century Júlia Lopes de Almeida. This research is bibliographic and qualitative description. The methodological technique used in this analysis is content.
O aporte deste estudo se dá no desejo e suas representações nas personagens femininas das obras de Júlia Lopes de Almeida, tanto em sua escritura quanto na revelação de seus desejos em meio ao contexto social e cultural do final do século XIX e início do século XX. A literatura registra sentimentos em forma de narrativas, transferindo, para futuras gerações, riquezas ficcionais. Assim, partindo do pressuposto de que a obra literária permite conhecer e avaliar o contexto sócio-histórico e cultural de uma sociedade, não se distanciando da personalidade da autora diante de seu contexto, a hipótese é de que as personagens femininas, nas obras de Júlia Lopes de Almeida, representam diferentes formas do desejo. Para tanto, na tentativa de elucidar, reiterar essa hipótese, o objetivo deste estudo é de analisar como e se acontece a representação do desejo nos gêneros literários selecionados, as possíveis similitudes e os distanciamentos, por meio das personagens femininas enquanto representações das mulheres da época colocadas em cena. Destaca-se a relevância de estudar a obra dessa autora, na medida em que o seu discurso suscitou múltiplas vozes femininas e suas personagens permanecem tão singulares quanto no momento de sua criação. Os desejos femininos que representou têm ressonância no século XX e, as representações desses, provocam o imaginário, a ausência, a presença, a identidade das mulheres que buscam pontuar sua importância na nas relações interpessoais, bem como parte integrante da sociedade em que vivem. Do elenco de obras da escritora foram selecionados quatro romances, um conto e uma peça teatral. Primeiramente, os romances A falência, de 1901; A intrusa, de 1908; Cruel Amor, de 1911; e O funil do Diabo, de 2015. Também, o conto intitulado Último capítulo, de 1916; e, por fim, a peça teatral chamada Quem não perdoa, de 1917. Nesta pesquisa, as personagens são avaliadas a partir do contexto, tendo como aporte teórico Zahidé L. Muzart, Peggy Sharpe, Michelle Perrot, Mary Del Priore, Friedrich Engels, entre outros. Para a teoria e análise da estrutura da narrativa literária, servem de base as classificações de macroanálise e microanálise de Massaud Moisés e Terry Eagleton. Fundamentos sobre o desejo e suas representações são retirados de historiadores e filósofos como Zygmunt Bauman, Roland Barthes, Georges Bataille, Gaston Bachelard, Adauto Novaes, Elisabeth Badinter, entre outros. O percurso metodológico que se buscou empreender inscreve esta pesquisa no âmbito da Literatura Comparada, visando analisar as obras da oitocentista Júlia Lopes de Almeida. Esta pesquisa é bibliográfica e qualitativa de descrição. A técnica metodológica utilizada nesta análise é a de conteúdo.
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TATIANA_MANICA.pdfTATIANA_MANICA PDF/A2.63 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons