Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 410
  • Dissertação Acesso aberto
    A proposta Multirrede - Discursiva Aplicada no ensino médio em aulas de língua portuguesa: A emergência de gestos de autoria
    (2024-03) MARCOLINO, Gislaine
    Essa dissertação investiga a aplicação da proposta Multirrede-Discursiva (MR-D), elaborada por Silvana Serrani. (2020), com uma abordagem pedagógica que transcende o conteúdo apresentado nos livros didáticos, no contexto do ensino de língua e literatura brasileiras. A pesquisa foi realizada em uma turma do terceiro ano do Ensino Médio, na Escola de Educação Básica Caetano Bez Batti, de Urussanga (SC), utilizando uma abordagem qualitativa que foca na exploração, descrição e compreensão dos aspectos subjetivos e contextuais em um estudo de caso da aplicação da MR-D, uma prática em sala de aula, com o uso do livro didático Se Liga nas Linguagens (Ormundo; Siniscalchi, 2020). O método adotado inclui a análise crítica da macroestrutura do capítulo 15, intitulado Portugal, Angola e Moçambique: expressões em língua Portuguesa. Envolveu também desenvolver um planejamento de oficinas fundamentada na proposta MR-D relacionada ao gênero discursivo conto, a partir do texto Nós Chorámos pelo Cão Tinhoso. O objetivo principal da pesquisa foi analisar a emergência de gestos de autoria no processo de ensino-aprendizagem, partindo do trabalho com o conto Nós Chorámos pelo Cão Tinhoso, de Onjaki. Do ponto de vista teórico, a proposta MR-D foi empregada como instrumento para analisar e complementar as atividades do livro didático, promovendo a reflexão sobre questões socioculturais e discursivas no ensino de língua e literatura. Simultaneamente a Análise de Discurso (AD) foi adotada como abordagem teórico-metodológica para investigar as relações entre linguagem, discurso e sociedade. Seguindo a proposta MR-D, os estudantes foram conduzidos a explorar a territorialidade presente no conto em estudo. Posteriormente, foi trabalhado componente intercultural relacionado à autoria. Como próxima etapa, os estudantes discutiram o gênero conto, culminando a oficina em uma produção textual com o gênero conto. Ao seguir a proposta MR-D entende-se ser possível promover uma abordagem integrada e significativa para o aprendizado, proporcionado os gestos de autoria no sujeito estudante.
  • Dissertação Acesso aberto
    Interpretações do poema o barro, de Paulo Leminski, por docentes do ensino fundamental: análise com base na teoria da relevância
    (2005-12) VANDRESEN,, Ana Sueli Ribeiro
    Neste estudo: descrevem-se e explicam-se os processos de compreensão do poema O barro, de Paulo Leminski, por estudantes do Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento para professores de 1ª a 4ª séries, das Faculdades São Judas Tadeu de Pinhais (PR), ofertado em Fartura (SP); e avalia-se a capacidade descritiva e explanatória da Teoria da Relevância para o tratamento dos processos ostensivo-inferenciais na interpretação de textos poéticos. A análise do poema, com base nos conceitos de forma lógica, explicatura e implicatura de Sperber e Wilson (1986, 1995) e Carston (1988) gerou critérios de avaliação das interpretações: a atribuição de referência aos itens lexicais: ‘barro’ e ‘você’; a recuperação, por meio da forma lógica dos seus dois enunciados, da oposição e da relação paradoxal entre eles. Os resultados apontaram que: a) houve uma diversificação de referentes ao item lexical ‘barro’ nas trinta interpretações analisadas, sobressaindo-se, entre outras, a interpretação de que barro remete a alunos e a concepção de educando como tabula rasa; b) dentre as vinte interpretações que recuperaram a relação adversativa, apenas onze interpretações recuperaram a relação de contradição implícita do poema; c) a Teoria da Relevância permitiu adequação descritiva e explanatória tanto nos casos de interpretações bem ou mal sucedidas.
  • Dissertação Acesso fechado
    Max Stirner: Do anarquismo ao pós-anarquismo
    (2023-12) STRAPAZOLI, Carlitos
    Max Stirner (1806-1856), muitas vezes apresentado de modo superficial na história do marxismo e dos anarquismos, emerge como um precursor de teorias modernas de impacto, incluindo o individualismo, o existencialismo, a psicanálise e o pós-estruturalismo. Este trabalho objetiva explorar a apropriação de suas ideias por autores pós-anarquistas. Iniciamos com uma introdução ao pós-anarquismo, contextualizando-o em relação ao então denominado anarquismo clássico e identificando figuras de destaque que contribuíram para a recente diferenciação dessas correntes. Posteriormente, apresentamos aspectos biográficos de Stirner e alguns pontos cruciais trazidos em sua obra-prima, O Único e sua Propriedade. Nesse contexto, examinamos os impactos de sua publicação, destacando as polêmicas que envolveram figuras proeminentes como Karl Marx e Friedrich Nietzsche. No segundo capítulo, focamos em dois pilares fundamentais para as teorias pós-anarquistas: subjetividade e insurreição. Evidencia-se a relevância de Stirner nesse contexto, pois suas ideias anteciparam muitas das elaborações filosóficas que ganharam destaque no cenário intelectual do final do século XX.
  • Tese Acesso embargado
    IMAGENS DA RODOVIA TRANSAMAZÔNICA: REGIME ESCÓPICO DA COLONIALIDADE NAS REPORTAGENS E FOTOGRAFIAS DE ELAINE BORGES (1972)
    (2023-08) VIEIRA, Isadora Muniz
    A presente tese tem como objeto de estudo as reportagens e fotografias feitas pela jornalista Elaine Borges para o jornal catarinense O Estado em outubro de 1972. Como correspondente Elaine Borges cobriu a ida de trabalhadores rurais do interior de Santa Catarina para a Transamazônica através do projeto de colonização implantado pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) como parte do I Plano Nacional de Desenvolvimento (PND), na vigência do governo militar. O objetivo geral da tese é compreender como a jornalista criou imagens a respeito desses trabalhadores rurais em seus textos e fotografias, bem como a Amazônia e seus habitantes locais. Partindo do método de pesquisa documental, tensiona-se o acervo fotojornalístico de Elaine Borges à teoria decolonial disponível. Busca-se conceituar e historicizar a modernidade e a colonialidade explicando como ambas são indissociáveis na história da humanidade; discutir a ideia de encobrimento, a partir do que compreendeu o filósofo argentino Enrique Dussel (1993); mobilizar a ideia de imagem dialética e o conceito de sobreexposição de Georges Didi-Huberman (2014) para compreender a maneira com que os povos e as pessoas consideradas marginalizadas acabam, paradoxalmente, encobertas pelo olhar da colonialidade e (sobre)expostas ao desaparecimento. Este tecimento teórico permitiu a elaboração da noção, que ora chamamos, de regime escópico da colonialidade. Assim, nesta tese propôs-se discutir através do trabalho da jornalista Elaine Borges, como o regime escópico da colonialidade opera como um regime onde é possível perceber os encobrimentos e as sobreexposições.
  • Tese Acesso fechado
    “A ALMA DE IMBITUBA: INVESTIGAÇÃO DO IMAGINÁRIO PARA MAPEAMENTO DOS ELEMENTOS SIMBÓLICOS DA CIDADE ATRAVÉS DO BRASÃO DE ARMAS MUNICIPAL
    (2023-07) AVIZ, EMANUELLE QUERINO ALVES DE
    Esta Tese tem como tema o mapeamento de quais elementos simbólicos da cidade de Imbituba estão no imaginário local. O objetivo da Tese foi encontrar o mito diretor e o quê, ou quais imagens e simbologias, fazem os moradores identificarem-se com a cidade, para então propor o que será relevante para uma possível atualização do brasão de armas. Apresenta a história do município, da relação das pessoas com essa história e com as imagens representativas que foram postas ou que emergiram ao longo do tempo. O problema partiu da necessidade de identificar quais símbolos são reconhecidos pela população atual como referências de identidade e pertencimento. Para justificar e embasar este estudo são utilizados os conceitos de Imaginário em Bachelard, Durand e Maffesoli; Inconsciente Coletivo, Jung; e Heráldica com Berg, Gomes e Seixas. Na metodologia de investigação foi feita uma pesquisa virtual e entrevistas de grupo com base na Culturanálise de Grupos de Paula Carvalho. Os resultados foram analisados pela Mitocrítica de Durand. Criou-se um método para investigação do imaginário local acerca de símbolos municipais e o resultado mostrou os elementos simbólicos que devem ser representados no Brasão Municipal. Foi identificada uma organização simbólica, de intenções de gesto inconscientes e desvendado o mito, relato fundante da cultura ou mito diretor do município: a dualidade de Apolo e Dioniso. O imaginário da cidade apresenta duas forças que revelam o desejo de crescimento como uma árvore, crescendo para cima, num movimento ascensional, e para baixo, com suas raízes num movimento de descida e aprofundamento.
  • Dissertação Acesso aberto
    Golpe, uma palavra gasta: a saturação dos sentidos nos posts-editoriais da Folha de S. Paulo no Instagram
    (2023-07) TEIXEIRA, Thaís Gomes
    Golpe: uma palavra gasta, mas nem tanto. Afinal, como os sentidos são produzidos em um espaço enunciativo informatizado? O que afeta a sua circulação? Como as sobredeterminações técnicas e discursivas atravessam esses dizeres? Parto dessas provocações para olhar como o jornal Folha de S. Paulo discursiviza os golpes do/no Brasil no Instagram, produzindo, ao mesmo tempo, um contingenciamento e uma fragmentação dos sentidos. Ancorada na Análise do Discurso francesa, esta pesquisa tem como objeto editoriais políticos da Folha de S. Paulo, que mencionam de maneira direta ou indireta os golpes de 1964 e 2016, e que foram publicados em formato de post no perfil do jornal, entre 2018 e início de 2023. Também observo como os comentários feitos nessas publicações, e a interação (inédita) de sujeitos-usuários/leitores com a instituição imprensa no espaço dos comentários rompe com as regularidades do discurso jornalístico sobre os golpes do/no Brasil nesse espaço, (re)significando esses acontecimentos políticos, e a própria função social do editorial.
  • Tese Acesso aberto
    A ESTÉTICA KIRBYANA NO AFROFUTURISMO: PONTOS DE CONTATO E DIVERGÊNCIA DE IDENTIDADE
    (2023-12) PINHEIRO, M S
    O presente trabalho aborda a estética kirbyana no contexto do Afrofuturismo, destacando pontos de contato/contágio entre esses dois movimentos. A estética kirbyana refere-se ao estilo artístico e narrativo desenvolvido por Jack Kirby, famoso quadrinista. Por sua vez, o Afrofuturismo é um movimento cultural e artístico que combina elementos afrocentrados, futurismo e ficção científica. O texto explora a possibilidade de uma identificação estética entre a estética kirbyana e o Afrofuturismo, baseada em sensibilidades compartilhadas, ao invés de uma identificação puramente identitária. O ponto de contato estético é elaborado, destacando que a apropriação do Afrofuturismo pela estética kirbyana não se dá por uma identidade única, uma vez que Jack Kirby não era negro nem estava diretamente envolvido no movimento negro. Apesar disso, existe uma identificação estética sublimada, em que a estética kirbyana aparece esteticamente, mas sem uma explícita identificação com a negritude. O texto destaca o impacto dessa estética na arte afrofuturista, mostrando como o trabalho de Kirby influenciou diversas obras, não necessariamente por um alinhamento político, mas por uma sensibilidade compartilhada. O ponto de encontro estético entre a estética kirbyana e o Afrofuturismo é argumentado, ressaltando que certas sensibilidades se encontram, independente da identidade dos agentes envolvidos. Artistas negros afrofuturistas encontram uma conexão com a estética kirbyana, resultando em influências nas gerações posteriores. Minha hipótese é de há um ponto de encontro de contato estético entre o afrofuturismo e a arte de Jack Kirby. Para isso, apoio- me nos escritos de Deleuze e Guatarri (1997, 2002, 2003, 2011), Mbembe (2016, 2018), Dery (1994) e Hatfield (2011).
  • Tese Acesso aberto
    A função ética da psicanálise diante do sofrimento psíquico engendrado pelo neoliberalismo.
    (2023-11) PARIS, Clarinice Aparecida
    Esta tese investigou a função ética da psicanálise diante do sofrimento psíquico engendrado pelo neoliberalismo na contemporaneidade. Considerando que o sofrimento é atravessado pela psicopatologia do social, a pesquisa comporta o objetivo de compreender o efeito da forma-poder neoliberal na produção do sofrimento psíquico (objeto de estudo desta pesquisa), e, diante disso, o que visaria a função da escuta no discurso do analista? A metodologia apropriada se realizou por meio da pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa, buscando embasamento teórico em autores da Sociologia, da Filosofia, da Análise de Discurso, e, principalmente, da Psicanálise freudiana e lacaniana. A pesquisa foi desenvolvida em três capítulos. No primeiro tópico, partimos de uma fundamentação teórica embasada na psicanálise a respeito das noções que abarcam desde o sofrimento psíquico até a constituição do supereu na qualidade da voz imperativa do gozo, enquanto o Outro neoliberal que induz ao consumo sem limites, até alcançar, por meio da psicanálise, a transformação do gozo sintomático. No segundo ponto, analisamos como a racionalidade neoliberal engendra o sofrimento psíquico causando uma crise do sujeito neoliberal, pela negação do direto à voz. No terceiro capítulo, procuramos desvendar através da função ética da psicanálise, a transformação do sofrimento psíquico engendrado pela prática política neoliberal. Nossa proposição teórica é que a racionalidade neoliberal é a fonte causadora de sofrimento em nosso contemporâneo, por meio da voz introjetada na subjetividade, induz ao imperativo do gozo na instância psíquica denominada supereu. Adversamente a isso, em outra função, está o discurso do analista que visa escutar a voz do supereu que conduz ao sofrimento, para que o sujeito possa estar advertido do quanto essa racionalidade exerce domínio sobre o seu psiquismo, e, a partir desse saber transformar o seu sofrimento, no trilhamento do próprio desejo. Portanto, constatamos que no discurso capitalista, hoje estabelecido na racionalidade neoliberal, há a potenciação do imperativo de gozo originado do supereu. Contrariamente a essa amplificação do gozo sintomático, o discurso do analista visa a sua transformação, num alcance que transcende do singular para o social, no sentido que o ato analítico é qualitativamente equivalente a um ato político, por incidir em transmutações dos laços sociais abarcando a amplitude da sociedade.
  • Dissertação Acesso aberto
    Ninguém morre em média: a Covid-19 no Jornal Nacional e a objetividade (im)possível do jornalismo de dados
    (2023-07-14) Falconi, Thomas
    Esta dissertação tem como tema a relação entre o jornalismo de dados e a pandemia de Covid-19 a partir da cobertura realizada pelo Jornal Nacional em um momento no qual o Governo Federal alterou e suspendeu a divulgação diária do número de mortos e de infectados pelo coronavírus no Brasil. Trazemos como base teórica a análise de discurso franco-brasileira a partir de Michel Pêcheux e Eni Orlandi, além de outros autores contemporâneos da mesma linha, em um batimento com teóricos do jornalismo e de outros campos, para pensar teoricamente o que são dados, como o jornalismo se fundamenta enquanto produto e prática, as relações entre jornalismo e dados e também a pandemia como acontecimento histórico. Buscamos compreender os deslocamentos nas posições-sujeito que constituem o discurso jornalístico e atravessam os arquivos sobre números de mortes por Covid-19 no Brasil a partir da prática de jornalismo de dados pelo Jornal Nacional durante a pandemia. Questionamos os deslizamentos de sentido que a pretensa objetividade, tida como fundamental para a constituição da posição-sujeito jornalista, sofre ao encontrar de diferentes maneiras os dados sobre mortes e contaminações que precisam ser diariamente formulados e colocados em circulação por alguma instituição. Para realizar nossas análises, recortamos edições do Jornal Nacional relativas à cobertura sobre omissões de dados por parte do Governo Federal, o que resultou na criação do Consórcio de Veículos de Imprensa, que reuniu diferentes veículos midiáticos, como Folha de São Paulo, O Globo e UOL. A criação do Consórcio surge em meio a uma ruptura no ritual diário de exibição dos dados no Jornal Nacional na qual percebe-se, além da espetacularização da cobertura, uma inclinação do telejornal a tomar os dados como sendo a única forma de se noticiar a pandemia de Covid-19. Pudemos observar um sujeito-jornalista deslocado pela ruptura nos sentidos de oficialidade dos dados que o Consórcio fez aparecer. Concluímos que, após essa ruptura, houve o surgimento de uma nova posição-sujeito, alinhada com as novas formas de legitimação que se dão em um mundo informatizado.
  • Dissertação Acesso aberto
    A justiça tá on: o pós-pandêmico dos oficiais de justiça, que antes batiam às portas e agora “mandam zap”
    (2023-08-03) Serafim, Savana
    O isolamento social como medida de prevenção ao contágio pelo vírus SARS-CoV-2 (coronavírus ou Covid-19), a partir do ano de 2020, alargou o uso do teletrabalho e de tecnologias no Poder Judiciário, porém a transformação foi sobremaneira para os servidores cuja atividade é/era na rua: os Oficias de Justiça (OJs). Nesse aspecto, se antes os OJs eram as faces inaugurais “da Lei” para as pessoas, batiam às portas das suas casas, olhavam em seus olhos e ouviam suas histórias, como fica essa relação dos corpos litigantes em (dis)curso agora que trocam ligações por telefone, mensagens, áudios e depois “comparecem” em audiências no celular? É em torno desta pergunta que a presente dissertação se propõe a pensar as mudanças pós-pandêmicas e os efeitos de sentido nos modos e nos espaços enunciativos do Poder Judiciário, especificamente, na sua relação com a sociedade estabelecida por meio do/com o Oficialato. O objetivo é, portanto, analisar a passagem da modalidade física para a virtual das comunicações oficiais, investigar se provocou alterações no campo da enunciação do discurso jurídico e no acesso à justiça pelo cidadão comum e questionar se, em verdade, o que acontece na virtualização é a existência de um complexo feixe de materialidades técnicas que implica em maior espessura concreta da língua. Para tanto, o suporte teórico-analítico escolhido é a Análise de Discurso (AD) de linha materialista pecheutiana para explorar quais deslizamentos de sentido acontecem nesse processo de virtualização e como se configura este processo enunciativo do campo jurídico. O corpus da pesquisa será composto, então: das alterações normativas feitas após o coronavírus para permitir que os OJs pudessem cumprir suas diligências, antes exclusivamente presenciais sob pena de nulidade dos atos processuais, agora usando aplicativos de mensagem populares na internet como o whatsapp; prints das mensagens trocadas entre OJs e jurisdicionados, resguardado o sigilo; debates entre os atores do Direito (OJs, juízes, advogados) nas redes sociais de forma orgânica; e algumas imagens fotografadas pela OJ pesquisadora na rotina de trabalho. Pretende-se, portanto, investigar esse fenômeno como um movimento discursivo que engendra a deriva dos sentidos normatizados de uma língua idealizada no Direito formal para um novo modo de enunciar na cena discursiva em um mundo mercantilizado e digital a partir de uma ressignificação – apressada pela Pandemia – das condições de produção, dos enunciadores, dos enunciados e das percepções por todos do próprio discurso (in)tangível.
  • Tese Acesso fechado
    DO LUGAR DA UNIVERSIDADE NO DISCURSO POR INOVAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE O FUNCIONAMENTO DISCURSIVO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL
    (2023-09-27) Silva, Dâmaris de Oliveira Batista da Silva
    Diante da forte demanda por inovação, interessamo-nos pelo modo como esse discurso vem interpelando a Universidade. Na busca por compreender esse movimento, observamos que a maioria das Universidades da nossa realidade, que compõem o Sistema ACAFE, insere a inovação em sua Missão, Visão e Valores (MVV) e/ou estrutura organizacional. Considerando que as Universidades são reguladas por órgãos federais, fomos aos instrumentos de avaliação institucional do SINAES e vimos que a inovação via Sistema Nacional de Avaliação das Instituições de Educação Superior (SINAES-MEC) não é uma demanda para qualquer novo, mas um novo já previamente definido pelo MEC, o novo social e tecnológico de 2014, o novo social não escrito de 2017 e o novo tecnológico ampliado em 2017. Neste estudo, pretendemos investigar, portanto, a que fins responde o discurso por inovação nesse laço social entre as Universidades e os instrumentos de avaliação institucional do SINAES-MEC e que lugar a Universidade passa a ocupar nesse entremeio. Amparados teoricamente por dois campos que se avizinham, a teoria materialista do discurso, de Pêcheux, e a proposição dos quatro discursos, de Lacan, analisamos o funcionamento do discurso por inovação num corpus constituído de: a) Missão, Visão e Valores das Universidades do Sistema ACAFE; b) Instrumentos de Avaliação Institucional do SINAES-MEC, nos quais investigamos o percurso discursivo da palavra inovação e que relação estabelece com a palavra Universidade; c) um conjunto de artigos resultantes da busca pelas palavras Inovação e Universidade nos Periódicos Capes. Nesse diálogo entre o dispositivo teórico-analítico e o corpus constituído, percebemos que, no funcionamento do discurso por inovação, o SINAES-MEC se apresenta como aquele que domina o discurso avaliativo, determinando a qualidade das Universidades. Quando observamos a presença do interdiscurso do mercado, representado nos artigos mapeados, no entanto, vemos que o SINAES-MEC tem funcionado como o mestre que não sabe da sua verdade, que é ser o escravo no laço social. E a Universidade, fetichizada pela inovação, apresenta-se submissa, modificando-se para se (re)credenciar.
  • Tese Acesso aberto
    O DISCURSO TEÓRICO DE RENOVAÇÃO DO LIBERALISMO: ACONTECIMENTO E ESPRAIAMENTO NO POLÍTICO
    (2023-08-04) Fialho, Rodrigo
    Esta pesquisa, filiada ao campo teórico da Análise do Discurso de linha materialista, se debruça sobre o discurso teórico de renovação do liberalismo. O objetivo principal de pesquisa é investigar se o discurso teórico do novo liberalismo consiste num acontecimento discursivo ou enunciativo e de que modo este constructo teórico ajuda a compreender a formação social capitalista sob a forma (neo)liberal. Para este propósito, a construção do Corpus de pesquisa deu-se a partir de textos selecionados de três teóricos que se empenharam em atualizar a teoria liberal. Tomando como recorte o modo como estes autores designam liberalismo/neoliberalismo, mobilizei a noção de acontecimento discursivo, tal como desenvolvida por Michel Pêcheux, acontecimento enunciativo, tal como definida por Eduardo Guimarães, e as noções de acontecimento discursivo e enunciativo, tal como trabalhadas por Freda Indursky. Para a consecução do objetivo, por meio de um gesto leitor, organizei quatro formas sintáticas recorrentes nos textos dos três teóricos. Para cada uma dessas formas sintáticas, um capítulo foi dedicado. A análise das formulações extraídas dos textos dos teóricos e organizadas a partir de uma sequência discursiva de referência possibilitou determinar o tipo de acontecimento que constitui o discurso teórico de atualização do liberalismo e a FD na qual está inscrito.
  • Tese Acesso aberto
    César Passarinho, Musicalidade Produzindo Sentidos.
    (2022-12-21) da Silva Corrêa, Everton Rogério
    Discussões e pesquisas sobre temáticas que envolvem subjetividades negras no território brasileiro têm conquistado espaço nas universidades e na sociedade em geral, não sem dolorosas lutas ou dívidas históricas, entre avanços e retrocessos. Desde 2016, quando da implementação de um governo golpista, as políticas públicas voltadas aos direitos de populações negras, indígenas, mulheres e LGBTQIA+ estão sendo deixadas a sua própria sorte, quando não atacadas, violentadas e mortas por quem deveria proteger. Pensar a situação de negros e negras nesse país é tarefa hercúlea. A partir da compreensão deste cenário sócio-histórico é que pensamos este trabalho, que tem como objetivo geral mobilizar a produção de sujeitos e sentidos na musicalidade de César Passarinho. Tendo como objetivos específicos tensionar os sentidos de/sobre o nome César Passarinho. Considerando que César Passarinho era um homem negro periférico de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. Para trabalhar esses possíveis sentidos produzidos em torno do nome desse artista, colocamos em relação diferentes depoimentos (testemunhos no sentido discursivo) sobre o cantor e recortes poéticos de três músicas de seu repertório. Na filiação materialista-discursiva que se produz nosso gesto de leitura, os processos de nomeação determinam a posição sujeito cantor-negro- no Rio Grande do Sul dos anos 1970/1980.Uma posição-sujeito constituída por esquecimentos e apagamentos histórico-sociais. Este trabalho busca contribuir com a discussão relativa à posição social do sujeito negro em terras gaúchas, da mesma forma que investiga os modos das tomadas de posição de tais sujeitos discursivamente.
  • Dissertação Acesso aberto
    A memória teleafetiva no comercial "não esqueça minha Caloi"
    (2023-08-11) Fucilini, Mauro Roberto
    Esta dissertação tem como tema a memória teleafetiva do comercial Não esqueça a minha Caloi, veiculado na televisão nos anos 80 e que voltou, ressignificado, em 2018, na página de Facebook da empresa. Apresenta como objeto de análise os comentários do vídeo Manifesto não esqueça a minha Caloi. O objetivo geral se constituiu em analisar o citado vídeo sob a ótica da memória afetiva e teleafetiva no contexto da hipermodernidade, tendo como objetivos específicos: verificar como o comercial criou memórias afetivas; identificar os elementos evocadores de memória teleafetiva no vídeo Manifesto não esqueça a minha Caloi e verificar nos comentários do vídeo os tipos de memórias evocadas. Para isso, foram estudados temas referentes à televisão, como aspectos sociais, comerciais, o laço social e publicidade. Em relação à memória, foram mostrados os conceitos e caminhos teóricos referentes à memória coletiva, afetiva e teleafetiva. A metodologia aplicada foi a análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011) e os principais resultados mostram que o manifesto criado pela marca evocou memórias teleafetivas por apresentar objetos que serviram de “gatilhos” para a rememoração e comprovam que evocar as memórias afetivas e teleafetivas é uma tática favorável às marcas que querem ter uma relação de confiança e proximidade com os consumidores.
  • Dissertação Acesso aberto
    A língua inglesa entre a Escola e o YouTube: apagamentos, contradições, deslocamentos
    (2023-09-26) Selhorst, Lucas Alves
    Tendo como base a Análise de Discurso materialista, essa pesquisa tem o objetivo de compreender algumas posições que sustentam os discursos envolvidos no ensino de língua inglesa na imbricação/sobredeterminação YouTube/Escola. Tomando o YouTube como um espaço enunciativo e, a partir da nossa filiação, considerando a língua como equívoca, heterogênea e incompleta, compomos um corpus a partir de vídeos de ensino de inglês no YouTube, para que possamos analisar esse espaço considerando suas equivocidades e suas temporalidades; analisamos esse corpus (formado, sobretudo, por imagens de capa dos vídeos e de comentários de estudantes/espectadores), atentando para os processos parafrásticos e polissêmicos nas suas relações com a memória discursiva e com as determinações técnicas da plataforma; Além disso, propomos a noção de “currículo algorítmico”, a partir da qual, buscamos delimitar as especificidades do ensino de inglês no YouTube, questionando se surge, nesse espaço, um novo método de ensino de língua inglesa. Deste modo, conseguimos compreender apagamentos, contradições e deslocamentos que envolvem esse processo de ensino no YouTube, refletindo sobre os sentidos de língua inglesa, de professor, de falante nativo, bem como refletir acerca da educação atual, sua relação com as novas tecnologias, com a mercantilização da língua nos espaços enunciativos informatizados e com as relações de poder e legitimação dentro e fora desses espaços.
  • Dissertação Acesso aberto
    O (fim do) futuro da mulher: análise da literatura realista do Brasil a partir das obras Inocência (1872), Uma senhora (1884), O homem (1887) e A viúva Simões (1897)
    (2023-07-13) Corrêa, Lucimara da Silva
    A presente pesquisa pretende analisar o fim do futuro a partir da seguinte pergunta: existe uma estética do fim do futuro na literatura brasileira? O objetivo é investigar a construção de personagens femininas da literatura do Brasil. Nesse sentido, a literatura realista se mostra um bom estudo de caso, pois ao olhar para as personagens femininas de tal período, o realismo parece pós-moderno, traz características da pós-modernidade, traços de um atributo do pós-moderno, o fim do futuro. O presente trabalho é uma pesquisa bibliográfica e literária, de caráter exploratório, que tem como estudo de caso as obras Inocência (1872), Uma senhora (1884), O homem (1887) e A viúva Simões (1897). O critério de seleção das obras se dá pela aparição de personagens femininas ao longo do período realista, é observado um panorama de acontecimentos a partir de tais obras. Esta pesquisa busca responder a seguinte hipótese: é possível uma estética de fim do futuro na literatura realista brasileira a partir das personagens femininas? Também são abordadas questões como: gênero, casamento, sexo, maternidade, classe, beleza, juventude, velhice, amor e desejo. Para tanto, o trabalho é amparado em autores como Braidotti (1994), Bataille (1987), Deleuze e Guattari (1996-2010), Collins (2019), Butler (2018), entre outros.
  • Tese Acesso aberto
    TAPE ARANDU: ANÁLISE DISCURSIVA DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA INDÍGENA
    (2023-07-24) Wollinger Brenuvida, William
    Este trabalho desenvolve-se a partir do contato com alunos da licenciatura intercultural indígena do Sul da Mata Atlântica, oferecido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em fase de conclusão de curso. Seus trabalhos são aqui analisados na perspectiva teórica de Análise de Discurso (AD), o que nos leva a contemplar as condições de produção mais amplas, envolvendo a historicidade dessa produção e relacionando-a a experiência de ser um sujeito indígena da Aldeia M’Biguaçu na contemporaneidade. Partimos das noções de Forma discurso de Escrita e de Oralidade (GALLO, 1994), buscando mostrar as marcas da forma da oralidade nessas produções inscritas no discurso acadêmico. Ousamos denominar Discurso Indígena, esse discurso no qual inscrevem-se esses sujeitos e seus textos acadêmicos, repletos de marcas da oralidade e de sua identidade indígena. A produção acadêmica desses sujeitos os habilita como professores indígenas, uma identidade constituída inteiramente na contradição.
  • Dissertação Acesso aberto
    Trabalho de face de Lacie Pound em Queda Livre: abordagem pragmático-cognitivo-comportamental
    (2023-07-27) Lino, Marieli Florentino
    Neste estudo, analisou-se o trabalho de face da personagem Lacie Pound no episódio Queda livre da série Black Mirror. Para isso, do ponto de vista epistemológico, mobilizaram-se os conceitos de trabalho de face de Goffman (1967, 2011) e de face positiva e negativa de Brown e Levinson (1987) no campo da pragmática; e, no campo da psicologia, os conceitos da terapia cognitivo-comportamental de Aaron Beck (1963, 1964) e Judith Beck (2022). Posto isso, os comportamentos da protagonista foram analisados a partir dos aparatos descritivo-explanatórios das teorias de conciliação de metas de Rauen (2014) e de relevância de Sperber e Wilson (1986, 1995), buscando compreender como seus planos de ação intencionais foram progressivamente (hetero)inconciliados diante de obstáculos objetivos à sua participação como madrinha no casamento de sua amiga Naomi. Em síntese, investigou-se como essas inconciliações promoveram consequências em suas cognições ao fornecerem sucessivas evidências em direção à impossibilidade de atingir a sua meta de viver em um condomínio de luxo. A análise sugere que o trabalho de face positiva de Lacie foi minado pelas repetidas inconciliações ao longo de sua jornada, favorecendo a emergência de comportamentos que, embora contraditórios com sua meta, sugerem ter levado a personagem a tomar consciência de seu direito a não ser compelida a agradar os outros (face negativa), mesmo no contexto opressivo do aplicativo de rede social onipresente na sociedade distópica desse episódio.
  • Dissertação Acesso aberto
    It’s close to midnight. Terror e memória afetiva: os 40 anos do álbum Thriller de Michael Jackson
    (2023-08-24) Barbosa, Marina da Silva
    O álbum Thriller, do cantor Michael Jackson, completou 40 anos de seu lançamento em novembro de 2022 e, mesmo depois de tanto tempo, continua sendo o álbum mais vendido de todos os tempos, sendo constantemente rememorado nos dias atuais. Diante disso, o objetivo deste trabalho é analisar o porquê do álbum Thriller ainda reverberar nostalgias e memórias na mídia, na Cultura Pop e participativa conectada em rede. A problemática questiona qual o papel da memória coletiva e participativa nesse contexto atual do sucesso do álbum anos após o seu lançamento. Sendo assim, o enquadramento teórico aponta para autores que estudam a nostalgia, memórias e a cultura da convergência. Além dos estudos bibliográficos, a metodologia utilizada partiu da análise de conteúdo dos elementos do álbum Thriller e dos comentários feitos sobre ele no Twitter. Os principais resultados mostram que a Cultura Pop potencializa a memória coletiva quando um produto se torna inesquecível, tornando-se constante na vida das pessoas por meio de suas lembranças e dos afetos advindos delas.
  • Dissertação Acesso aberto
    INTEGRIDADE E COERÊNCIA DE DECISÕES JUDICIAIS COM O ORDENAMENTO DO DIREITO POSITIVO BRASILEIRO: UM ESTUDO PRAGMÁTICO-COGNITIVO
    (2023-09-13) Anjos, Luiz Dilnei Borges
    Analisamos, a partir de uma abordagem pragmático-cognitiva, a integridade e a coerência de decisões judiciais de primeira e segunda instâncias do Tribunal de Justiça de Santa Catarina com o ordenamento do Direito positivo brasileiro, nos termos dos artigos 489 e 926 do Código de Processo Civil (CPC, 2015), em dez processos da Comarca de Jaguaruna cujo objeto se refere à ligação de energia em supostas áreas de preservação permanente. Para tanto, do ponto de vista das ciências jurídicas, mobilizamos a regra matriz de incidência da norma jurídica de Carvalho (2013) e, do ponto de vista das ciências da linguagem, mobilizamos a teoria da relevância de Sperber e Wilson (1986, 1995). As evidências sugerem que as decisões de primeira instância fundamentaram-se na premissa prevalentemente falsa de que os autores são proprietários. Dado que deve ser concedido o fornecimento de energia a todo o proprietário legítimo de um imóvel, segue-se o provimento da inicial em todos os processos, apesar das flagrantes inconsistências encontradas nos autos. Em segunda instância, o provimento de recurso à concessionária em três processos dependeu da câmara de julgamento. Em comum, independentemente da consecução, prevalecem nessas decisões judiciais argumentos estereotipados de razoabilidade e proporcionalidade sustentados nos princípios de igualdade e dignidade da pessoa humana, que são insuficientes como hipóteses ou descritores de uma norma jurídica completa aplicável a esses casos.